Itens filtrados por data: Domingo, 18 Fevereiro 2018
Segunda, 19 Fevereiro 2018 12:59

Seminário em Defesa da Previdência Pública

A Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social promove nos dias 19 e 20 de fevereiro o Seminário em Defesa da Previdência Pública - " A Resistência à Reforma Previdenciária da Argentina e Ações Estratégicas contra a Reforma de Temer", em Brasília-DF.

O evento será realizado no auditório Petrônio Portela do Senado Federal, com capacidade para 500 lugares, com 300 lugares. Na oportunidade teremos a participação de representação do movimento sindical argentino, que exporá a experiência contra a reforma da previdência no país vizinho no fim do ano de 2017. O seminário também contará com palestras explicando o conteúdo da emenda aglutinativa proposta pelo governo e o resultado da CPI da previdência do Senado.

PROGRAMAÇÃO

19 de Fevereiro de 2018
14 às 19 horas
Interlegis – Senado Federal

Programação:
14h00 – Abertura
Senador Paulo Paim
Senador José Pimentel

14h30 - A Resistência à Reforma Previdenciária da Argentina
Palestrante: Julio Durval Fuentes, Presidente de la Confederación Latinoamericana de Trabajadores Estatales (CLATE)
Debatedores: Floriano de Sá Neto, presidente da Anfip
Charles Alcântara, presidente da Fenafisco

16h00 - Ações Estratégicas contra a Reforma de Temer
Exposição das Centrais Sindicais e parceiras da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social

Inscrição: https://goo.gl/forms/w6dORpNOfQWizORF3

Publicado em Agenda Fenafisco

Com decisão do Governo, nenhuma alteração na Constituição poderá ser realizada até o fim do ano.
Para oposição, trata-se de uma saída honrosa para derrota e mudança de agenda para o Planalto

A decisão do presidente Michel Temer de decretar uma intervenção federal inédita na segurança pública do Rio de Janeiro até o fim de 2018 pode enterrar de vez a possibilidade da reforma da Previdência ser votada neste ano.

Publicado em Na Mídia

A situação dos aposentados e pensionistas, o prejuízo dos devedores da Previdência Social e a reforma da Previdência são temas de audiência pública da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) na terça-feira (20), a partir das 10h.

Publicado em Na Mídia

Mais de 100 trabalhadores farão corpo a corpo com parlamentares nesta semana em Brasília

Apesar da intervenção federal na Segurança Pública no Rio de Janeiro, que suspende no Congresso Nacional a votação de emendas à Constituição, auditores fiscais de todo o país vão manter mobilização contra a reforma da Previdência agendada para esta semana.

Publicado em Na Mídia

Proposta incluía fundo previdenciário para Estados equilibrarem suas contas

BRASÍLIA e SÃO PAULO
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), vinha repetindo que o sucesso da votação da reforma da Previdência estava condicionado à participação de governadores e prefeitos no convencimento de suas bancadas no Congresso. Não era apenas discurso. Existia uma articulação mais ampla, segundo a Folha apurou.

Publicado em Na Mídia

Professores da rede municipal de São Paulo também aderiram à manifestação; algumas escolas estão sem aula

Diversas categorias realizam nesta segunda-feira, 19, em São Paulo, protestos contra a reforma da Previdência.  Manifestantes interditaram as rodovias Presidente Dutra, no Km 214 e a Régis Bittencourt, no Km 274, ambas no sentido da capital. 

Publicado em Na Mídia

Anúncio foi mantido mesmo sem reforma

Congresso não pode votar por causa do Rio

Ônibus param na Grande São Paulo e em SC

Bancários de São Paulo, Osasco e região e metalúrgicos do ABC entram em greve nesta 2ª feira (19.fev.2018). O ato faz parte do Dia Nacional de Luta, convocado pelas 6 maiores centrais sindicais do país (CUT, UGT, CTB, Força Sindical, CSB e Nova Central) contra a reforma da Previdência. A Intersindical também participa.

Publicado em Na Mídia

A burla, de acordo com os parlamentares, ficou clara quando foi anunciada pelo presidente Michel Temer a suspensão ou revogação proposital da intervenção federal para aprovação da reforma da Previdência. O documento é para impedir atos não apenas de Temer, mas dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Eunício Oliveira que, “por declarações oficiais, são os autores do justo receio de dano irreparável ao direito líquido e certo aqui vindicado, cuja defesa será realizada pela Procuradoria Geral das respectivas casas Legislativas e pela Advocacia Geral da União”, aponta o documento.

Publicado em Na Mídia

Contrária à reforma da Previdência, a deputada Laura Carneiro (PMDB-RJ) foi escolhida relatora do decreto presidencial que formalizou, na última sexta-feira (16), a intervenção federal na segurança público do Rio de Janeiro. Ela sabe que propostas de emenda à Constituição (PECs), caso da reforma, não podem ser promulgadas enquanto perdurar intervenção da União em quaisquer dos entes federativos, nos termos da própria Carta Magna.

Publicado em Na Mídia