Notícias Fenafisco

Reforma Tributária Solidária é apresentada na Comissão em Defesa da Mulher

10 Dezembro 2018

A convite da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados, o professor de Economia da Unicamp, Eduardo Fagnani apresentou na última quarta-feira (5), recomendações para aprimorar a matriz tributária brasileira, construídas a partir dos diagnósticos e propostas elaboradas pelos 40 especialistas envolvidos no projeto Reforma Tributária Solidária (RTS): Menos Desigualdade, Mais Brasil, apoiado pela Fenafisco e Anfip.

Receita libera hoje consulta a sétimo lote de restituição do IR 2018

10 Dezembro 2018
Publicado em Na Mídia

A partir das 9 horas de hoje (10), a Receita Federal disponibiliza para consulta o sétimo lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2018. Haverá também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017.

DF: Pelo menos metade dos distritais é a favor da redução de impostos

10 Dezembro 2018
Publicado em Na Mídia

Comissão de Economia, Orçamento e Finanças da Câmara se prepara para levar adiante a proposta do governador eleito Ibaneis Rocha (MDB)

Bolsonaro admite que sonegou informação sobre empréstimo no seu IR

10 Dezembro 2018
Publicado em Na Mídia

Depois de apontar que o pagamento de R$ 24 mil feito pelo ex-assessor Fabrício Queiroz a sua esposa Michele seria fruto de um empréstimo não declarado em seu imposto de renda, o presidente eleito admitiu neste sábado 8 ter sonegado informações ao fisco;

Previdência: não há definição sobre reforma ser fatiada ou integral, diz Onyx

10 Dezembro 2018
Publicado em Na Mídia

Bolsonaro disse que projeto pode ser dividido

O futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM) disse que ainda não está decidido como será feita a proposta da reforma da Previdência a ser enviada ao Congresso. Ela poderá ser integral ou fatiada. “Nós estamos estudando possibilidades”, disse.

“Nenhuma empresa sairá de Goiás em função do ajuste nos incentivos e benefícios fiscais”

10 Dezembro 2018
Publicado em Na Mídia

Deputado estadual defende a necessidade da medida e diz que Iris Rezende pode tentar se reeleger prefeito de Goiânia em 2020

Reforma da Previdência pode gerar economia em torno de R$ 650 bilhões

10 Dezembro 2018
Publicado em Na Mídia

Valor é equivalente ao proposto na PEC aprovada na Comissão Especial da Câmara os Deputados

Reforma da Previdência de Bolsonaro deverá ser parecida com a de Temer

10 Dezembro 2018
Publicado em Na Mídia

Reforma da gestão Bolsonaro nas regras de aposentadoria deve seguir a linha da proposta aprovada na comissão especial da Câmara

A reforma da Previdência gestada pela equipe econômica do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), deve garantir uma economia próxima à da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do governo Michel Temer, aprovada na comissão especial da Câmara: R$ 650 bilhões. A cúpula militar da equipe de transição e parlamentares do PSL e de partidos que sinalizam entrar na base governista pressionam Bolsonaro e o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, pela retirada de algumas categorias do texto. A atualização das regras para aposentadoria, no entanto, não será o único desafio. O enxugamento da máquina, o adiamento do reajuste de salário de servidores e o fim da estabilidade no funcionalismo colocará a equipe econômica à prova.

BA: Três são presos em operação que investiga sonegação de R$ 16 milhões em impostos

06 Dezembro 2018
Publicado em Na Mídia

Empresário da Bahia foi preso em hotel na Zona Sul do Recife. Segundo Polícia, falsas distribuidoras driblavam pagamento de ICMS.

Três pessoas foram presas em uma operação desencadeada pela Polícia Civil de Pernambuco desencadeou, nesta quarta-feira (5). A ação é de combate a uma quadrilha envolvida com sonegação fiscal e partiu de Glória do Goitá, na Zona da Mata Norte do estado. Um empresário da Bahia, que estava em um hotel do em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, foi preso.

Investidor mantém 'sangue-frio' à espera de reforma da Previdência

06 Dezembro 2018
Publicado em Na Mídia

Os investidores do mercado brasileiro mantêm o sangue-frio com a equipe do presidente eleito, Jair Bolsonaro, e aguardam 2019 para dar peso às declarações sobre a reforma da Previdência. As considerações feitas por membros da nova equipe nesta semana, com a possibilidade de fatiamento da pauta, não foram suficientes para gerar reação negativa nos ativos, mas o avanço do tema já para o ano que vem é crucial para que os cenários mais positivos para os ativos se concretizem.