Foz do Iguaçu sedia o VII Enape

09 Novembro 2017
(2 votos)

O Hotel Mabu Resort, em Foz do Iguaçu-PR, foi palco da abertura solene do VII Encontro Nacional de Aposentados, Aposentandos e Pensionistas do Fisco Estadual e Distrital – Enape, realizada na noite de quarta-feira (8). Em um clima amistoso, a cerimônia reuniu dirigentes sindicais, congressistas e servidores fiscais tributários de diversos estados.

Como tema central “PEC 287/2016-Previdência/Aposentadorias não é reforma, é desmonte”, a programação do tradicional evento traz ao debate os prejuízos previstos pela proposta ao Regime Próprio e Regime Geral, além de temas que versam sobre planejamento financeiro, saúde, bem-estar e qualidade de vida na aposentadoria.

O presidente da Fenafisco, Charles Alcantara, agradeceu a hospitalidade e a acolhida proporcionada pelo Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (Sindafep), que não mediu esforços para garantir o êxito do Encontro.

Na ocasião, o dirigente manifestou apreensão diante do agravamento da crise política e econômica no Brasil e suas consequências aos preceitos constitucionais que fundamentam os direitos da maioria da população, além das intentadas ameaças ao sistema de proteção social, materializadas pela reforma da Previdência e desmonte do serviço público. “Vivemos um momento grave desde a redemocratização do país. Um período de grandes ataques ao Estado Social e Democrático de Direito e aos servidores. Devemos nos organizar, resistir e lutar contra os retrocessos. Mais do que oferecer informações, o VII Enape tem como objetivo estimular o enfrentamento e a resistência, em defesa da manutenção dos direitos conquistados”, disse.

O anfitrião - Wanderci Polaquini (presidente do Sindafep), deu boas-vindas ao público, destacando a importância do evento. “A temática principal desta edição trata de uma matéria em pauta no Congresso Nacional, que implica em assombrosos prejuízos aos trabalhadores brasileiros. O Enape, por si só é muito importante, por representar e congregar uma parcela de servidores que ajudou a construir toda a estrutura que temos hoje, nas administrações tributárias. Me orgulho de participar desta federação, que atua incansavelmente em favor de nossa categoria”, enfatizou.

Na sequência, o presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), Floriano Martins de Sá Neto expressou grande contentamento com a aproximação estabelecida entre duas esferas do Fisco. “Nossa palavra é de esperança! Em 2017, apesar de tudo, temos o que comemorar. A parceria da Anfip com a Fenafisco transcende a esfera dos interesses corporativos para lutar pelo Brasil.  Uma oportunidade para compartilhar os 67 anos de experiência de nossa entidade, nas questões voltadas à Seguridade Social”.

Preocupado com os efeitos deletérios que os projetos do governo acarretarão ao serviço público e à sociedade, o diretor de Aposentados e Pensionistas da Federação, Celso Malhani de Souza, alertou que a reforma da Previdência representa a retirada de direitos dos trabalhadores da administração pública e iniciativa privada. “Estamos aqui para enfrentar o debate sobre a PEC 287, que cria uma legião de novos aposentados precarizados”.

Malhani lembrou que ao eliminar direitos previdenciários conquistados e restringir o acesso à aposentadoria, o governo entrega a previdência pública aos rentistas. “O trabalhador está empobrecido, em especial o trabalhador aposentado, pois o Brasil está mudando, optando pelo caminho da concentração de renda nas mãos daqueles que detêm o poder econômico”.

Ao final, o dirigente destacou que o VII Enape pretende consolidar ações em defesa da gestão transparente e da sustentabilidade financeira e atuarial da Previdência. “Nossa parceria com a Anfip muito nos orgulha e fortalece. Permaneceremos em luta, mobilizados contra a PEC 287”, concluiu.

Também participaram da mesa de abertura os presidentes dos sindicatos filiados à Fenafisco: João José Farah Rios (Sintaf/MA); Lindolfo Fernandes de Castro (Sindifisco/MG); Marco Aurélio C. Garcia (Sindifiscal/MS); Manoel Isidro dos Santos Neto (Sindifisco/PB) e Fernando Carvalho de Freitas (Sindifern/RN).

Em suas intervenções, as lideranças do Fisco estadual e distrital ressaltaram a necessidade de ações que viabilizem o progresso e o desenvolvimento do Brasil, além de união, mobilização e esforço concentrado para se reverter a falaciosa ideia de que as mazelas do país são de responsabilidade dos servidores públicos.

Promovido pela Fenafisco, em parceria com o Sindafep, o VII Enape segue até sexta-feira (10), com palestras e debates.

Ler 152 vezes Última modificação em Segunda, 13 Novembro 2017 00:32