Educação financeira resgata a saúde do bolso

10 Novembro 2017
(0 votos)

Planejar o futuro significa estar preparado para as oportunidades e adversidades. Diante disso, o ciclo de palestras do VII Enape, trouxe ao debate, no painel III (Gestão Pessoal de Finanças na Aposentadoria) o planejamento financeiro como estratégia para equilibrar o orçamento pessoal, gerar reservas e realizar sonhos.

A palestrante Odete Reis falou sobre a importância da educação financeira para direcionar recursos a investimentos inteligentes, que garantam segurança e qualidade de vida na aposentadoria. “Economizar dinheiro é uma decisão assertiva para quem deseja alcançar a independência financeira. Quanto mais cedo começar a guardar, melhor, porque o futuro começa hoje”, alertou.

Segundo a educadora financeira, existem cinco grandes vilões que atuam contra o nosso dinheiro, sendo eles: o consumo sem controle; juros altos; financiamento; cartão de crédito e o cheque especial. “O crédito fácil e disponível estimula o consumo desnecessário e promove o desequilíbrio das finanças e o endividamento. Ele faz com que você compre tudo o que não precisa, com o dinheiro que não tem, para impressionar quem você nem gosta”, brinca.

Ela enfatiza que a saúde financeira é sinônimo de equilíbrio orçamentário. “Antes de realizar qualquer gasto, pergunte a si mesmo: Eu preciso dessa compra? Eu tenho dinheiro para isso? Tenho que comprar agora? Se para esses três questionamentos a resposta for SIM, então você pode seguir em frente”, disse.

AÇÕES POSITIVAS

Disciplinar e organizar as finanças permite a realização de planos futuros e oferece condições para gerir a renda de forma eficiente, mesmo sem alterações na receita.  “Os gastos fixos, (aluguel, água, luz, telefone, etc.) não podem ultrapassar 55% do orçamento mensal. Já os gastos variáveis (como lazer, cuidados pessoais e vestuário) devem ter disponíveis 35%, ao passo que o ideal é guardar o restante, ou seja, os 10% do que sobra como uma reserva de emergência”, explicou.

FINANÇAS DA FAMÍLIA

Envolver toda a família no planejamento financeiro é fundamental para reequilibrar o orçamento, cortar gastos e poupar dinheiro. Quando todos estão envolvidos, alcançar resultados torna-se mais fácil. Isso é o que diz Odete Reis. “Ensine a criança a economizar. Estimule a poupança e ensine o valor do dinheiro. Medidas como demorar menos no banho, apagar as luzes quando sair dos cômodos e restringir o número de ligações por dia são regras eficazes economizar”.

A palestrante destacou que ter uma reserva financeira é importante para cobrir imprevistos, realizar pagamentos à vista e viabilizar a concretização de metas de médio a longo prazo (viajens, cursos, aquisição de imóveis). “Transforme sonhos em objetivos. A fórmula para enriquecer é gastar menos do que se ganha e os ingredientes para o sucesso financeiro são três: Tempo, juros compostos e decisões inteligentes.

Ao final todos foram convidados a uma reflexão: “Lembrem-se que as melhores coisas da vida não tem preço, tem valor”, concluiu.

 

Ler 75 vezes Última modificação em Segunda, 13 Novembro 2017 00:46