Servidores Fiscais Contra o Desmonte da Previdência Social

22 Janeiro 2018
(0 votos)

Servidores Fiscais Contra o Desmonte da Previdência Social

Orientações de ações políticas

Não é Reforma, é o Fim da Previdência

Retomamos a luta em defesa da previdência pública. Na nossa leitura de cenário, o Governo atuará muito forte nos meses de fevereiro e março para aprovar a Reforma da Previdência, pois se não tiver sucesso nesse período o projeto não se movimentará, pelo menos, até outubro de 2018.

Contudo, pelo mesmo motivo que o Governo não teve êxito no final de 2017, a proximidade das eleições 2018 irá influenciar fortemente nos deputados que buscam reduzir os desgastes para o pleito que se avizinha.

Temos mais chances de barrar a Reforma da Previdência agora do que tínhamos no fim do ano passado. Vencemos naquele momento, e se mantivermos o mesmo ritmo, realizando os mesmos trabalhos, venceremos mais uma vez essa batalha!

Assim, recomendamos aos sindicatos filiados, na sua base estadual, especialmente no período de 29 de janeiro a 5 de fevereiro de 2018 (dia anterior a abertura de fato da sessão legislativa no Congresso Nacional em 2018):

1 – Reiterar a posição da categoria, por meio de documento, a todos deputados estaduais, federais e senadores (a Fenafisco elaborará uma sugestão de texto para as filiadas);

2 – Realizar audiência prioritariamente com os deputados federais que estão indecisos, em seguida com os que votam a favor da Reforma, e havendo tempo disponível, com os deputados que votam contra a Reforma (na oportunidade, convidar o parlamentar para o Seminário em Defesa da Previdência Pública - A Previdência Social que Queremos, que acontecerá nos dias 19 e 20 de fevereiro de 2018,  no auditório Petrônio Portela, Senado Federal);

3 – Realizar campanha em redes sociais (facebook, instagram e whatssap), postando cards diários a partir do dia 29 de janeiro, solicitando aos filiados do sindicato replicarem nas suas páginas pessoais (a Fenafisco disponibilizará cards como sugestão);

4 – Reunir o fórum dos servidores públicos no seu Estado, envolvendo entidades federais, estaduais e municipais, ou a Frente Parlamentar Estadual contra a Reforma da Previdência, se instituída, até o dia 26 de janeiro, para sugerir às demais entidades as recomendações 1, 2 e 3 acima, além de propor uma campanha de mídia local na TV, rádio e outdoors, a ser veiculada pelo menos a partir de 5 de fevereiro, bem como outras ações.

Vamos à luta e estamos à disposição para maiores esclarecimentos.

Diretoria da Fenafisco

Ler 305 vezes Última modificação em Segunda, 22 Janeiro 2018 14:58