Reforma da Previdência: Fenafisco defende estado de alerta, mesmo após recuo do governo

22 Fevereiro 2018
(0 votos)

Em clima de comemoração pelo engavetamento da reforma previdenciária, o diretor de Aposentados e Pensionistas da Fenafisco, Celso Malhani, fortaleceu mais um debate promovido a Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal (CDH), nesta terça-feira (20).

Sob o tema “A Previdência Social que queremos e os impactos da reforma na vida dos aposentados”, a reunião apontou os prejuízos sofridos pelo sistema público, decorrentes da sonegação da Previdência Social, além de abordar a vulnerabilidade dos direitos dos brasileiros, frente a projetos austeros, que beneficiam os rentistas.

Malhani externou satisfação pela vitória dos trabalhadores, que lutaram para interromper a tramitação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287/16, oportunidade em que fez um apelo para que a sociedade se mantenha em alerta às  novas estratégias, que podem ser adotadas, para dar sequência à reforma da Previdência. “É preciso fortalecer a mobilização permanentemente, com o objetivo de enfrentar a guerra que está sendo travada com um governo que defende o poder econômico e é contra os trabalhadores, que lutam por dignidade na realização do seu trabalho”, argumentou.

Segundo o diretor, o grande desafio da Previdência é resgatar a rigidez da receita previdenciária, dizimada ao longo dos anos pela distribuição de benefícios fiscais.  “A proposta que estava em pauta não privilegiava pontos que necessitam de resolução, formatando um projeto de reforma injusto”, disse.

Para o senador Paulo Paim (PT-RS), presidente da CDH a luta, mobilização e união dos trabalhadores em defesa dos seus direitos, garantiu a vitória. “A Previdência é do povo brasileiro, não é dos banqueiros. Vida longa a todos que se mobilizaram em todo o país, foi por isso que eles recuaram”, afirmou Paim.

Participaram da audiência representantes sindicais, líderes de associações e parlamentares, satisfeitos com a decisão do Congresso de suspender a votação da Reforma da Previdência em 2018.

Ler 240 vezes Última modificação em Quinta, 22 Fevereiro 2018 14:21