NOTA PÚBLICA» Fonacate manifesta apreensão com nova crise política

18 Maio 2017
(0 votos)

O escândalo envolvendo o governo federal e outros políticos, divulgado amplamente pela mídia nesta quarta-feira, 17, volta a trazer instabilidade política e econômica para o país.

Apreensivas com a nova crise na República, as entidades que compõem o Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) cobram, em Nota Pública, respostas à sociedade com a apuração rigorosa das denúncias levadas ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O escândalo envolvendo o governo federal e outros políticos, divulgado amplamente pela mídia nesta quarta-feira, 17, volta a trazer instabilidade política e econômica para o país. No documento, o Fonacate afima que tem "plena convicção de que as instituições republicanas estão aptas a dar as respostas que a sociedade exige neste momento", e reitera que "as carreiras de Estado estão atuando em defesa dos valores constitucionais e do Estado Democrático de Direito".

Leia abaixo o documento na íntegra:

NOTA PÚBLICA

O Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado - FONACATE, que representa mais de 180 mil servidores públicos que desempenham atribuições imprescindíveis ao Estado brasileiro, ligadas às áreas de segurança pública, fiscalização e regulação do mercado, ministério público, diplomacia, arrecadação e tributação, proteção ao trabalhador e à saúde pública, inteligência de Estado, formulação e implementação de políticas públicas, comércio exterior, prevenção e combate à corrupção, fiscalização agropecuária, segurança jurídica e desenvolvimento econômico-social manifesta sua apreensão quanto à nova crise política que assola o Brasil.

O escândalo divulgado nesta quarta-feira, 17, torna-se ainda mais grave na medida em que o atual governo assumiu o poder, após processo de impeachment, com um discurso de transparência e de moralidade pública. Com efeito, as denúncias são gravíssimas e precisam ser apuradas.   

Neste sentido, o FONACATE manifesta, em primeiro lugar, a sua plena convicção de que as instituições republicanas estão aptas a dar as respostas que a sociedade exige neste momento. Ademais, espera uma apuração rigorosa das denúncias levadas ao Supremo Tribunal Federal (STF), bem como a responsabilização célere e exemplar dos agentes públicos e demais envolvidos. À sociedade, o Fórum assegura que as carreiras de Estado estão atuando em defesa dos valores constitucionais e do Estado Democrático de Direito.

 Brasília, 18 de maio de 2017

 RUDINEI MARQUES

Presidente do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado

Presidente do UNACON SINDICAL – Sindicato Nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle

 Compõem este Fórum:

                                                  

AACE – Associação dos Analistas de Comércio Exterior

ADB – Associação dos Diplomatas Brasileiros

ADPF – Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal

AFIPEA SINDICAL – Sindicato Nacional dos Servidores do IPEA

ANADEP – Associação Nacional dos Defensore Públicos

ANAFE – Associação Nacional dos Advogados Públicos Federais

ANER – Associação Nacional dos Servidores Efetivos das Agências Reguladoras Federais

ANESP – Associação Nacional dos Especialistas em Políticas Públicas e GestãoGovernamental

ANFFA SINDICAL – Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários

ANFIP – Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil

AOFI – Associação Nacional dos Oficiais de Inteligência

APCF – Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais do Departamento de Polícia Federal

ASSECOR – Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Planejamento e Orçamento

AUDITAR – União dos Auditores Federais de Controle Externo

CONAMP – Associação Nacional dos Membros do Ministério Público

FEBRAFITE – Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais

FENAFIM – Federação Nacional dos Auditores e Fiscais de Tributos Municipais

FENAFISCO – Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital

SINAIT – Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho

SINAL – Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central

SINDCVM – Sindicato Nacional dos Servidores Federais Autárquicos nos Entes de Promoção e Fiscalização do Mercado de Valores Mobiliários

SINDIFISCO NACIONAL – Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil

SINDILEGIS – Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do TCU

SINDPFA – Sindicato Nacional dos Peritos Federais Agrários

SINDSUSEP – Sindicato Nacional dos Servidores da Superintendência de Seguros Privados

UNACON SINDICAL – Sindicato Nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle

UNAFISCO NACIONAL – Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil

Ler 19 vezes Última modificação em Sexta, 19 Maio 2017 10:32