RJ | Em palestra, Malhani reprova a reforma da Previdência empreendida pelo governo federal

31 Outubro 2019

Em palestra, Malhani reprova a reforma da Previdência empreendida pelo governo federal

Em comemoração ao Dia do Servidor Público, celebrado no dia 28 de outubro, o diretor de Aposentados e Pensionistas da Fenafisco, Celso Malhani, atendendo ao convite feito pelo Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Rio de Janeiro, esteve nesta terça-feira (29) na sede do Sinfrerj, para debater junto aos colegas do Fisco fluminense o texto que modifica as regras do sistema previdenciário.

Malhani destacou que as mudanças aprovadas para a Previdência Social, são de caráter confiscatório e supressivas de direitos, e tendem a aprofundar as desigualdades de renda no país, penalizando os servidores públicos civis, e sobretudo, inviabilizando ao trabalhador brasileiro o acesso à aposentadoria. Para o dirigente sindical, a reforma aprovada é antipopular e vai atingir duramente, nos próximos anos, a camada mais pobre da população.

Na oportunidade, o auditor fiscal disse que a reforma fragiliza o caráter solidário do sistema público de Previdência e defendeu a urgente reforma tributária não só para equilíbrio financeiro da Previdência pública, como para o crescimento econômico do Brasil. “Mudanças na Previdência são por vezes necessárias para ajustar o sistema nacional às transformações demográficas e do mercado de trabalho. Para tanto, o principal requisito é ter um diagnóstico correto dos problemas. A reforma previdenciária aprovada desconsidera esse diagnóstico, tem caráter puramente fiscalista e traz em si a destruição da Seguridade Social”, afirmou.

ECONOMIA

Desenhada inicialmente para reduzir em R$ 1 trilhão em dez anos os gastos públicos com aposentadorias e benefícios, nas previsões anunciadas em fevereiro pelo governo, a versão aprovada no dia 23/10 prevê agora uma economia próxima de R$ 800 bilhões para o mesmo período, entretanto o governo na exibe o trabalho técnico que resulta nestes números.

Participaram da palestra o presidente do Sinfrerj,  Pedro Gonçalves Diniz Filho, o vice-presidente Alexandre Mello Telles de Menezes, o diretor de Comunicação da entidade, Martin Baria, além dos filiados do Sinfrerj

Ler 65 vezes