Sindifisco-SE retoma mobilização com ato na Sefaz

09 Novembro 2017
(0 votos)

Na manhã desta quarta-feira (8), com ato de protesto e o tradicional café da manhã, os auditores fiscais da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) retomaram a campanha pela recomposição de perdas inflacionárias nos salários dos servidores estaduais. Ainda da programação, a categoria vai paralisar as atividades nas unidades da Sefaz amanhã (9) e sexta-feira (10). 

Dia Nacional de Luta

O presidente do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco), Paulo Pedroza explica que a paralisação, especificamente do dia 10, representa a adesão ao Dia Nacional de Mobilizações e Paralisações convocado nacionalmente pelas centrais sindicais contra as reformas trabalhista e previdenciária e a Lei das Terceirizações. No dia 10, em Aracaju, as manifestações unificadas serão concentradas na Praça MiniGolf, às 15h. A praça fica na Avenida Ivo do Prado, no Centro da cidade.

Contraproposta

“Quanto a nossa luta estadual e específica, aguardávamos uma contraproposta relativa à reposição inflacionária nos salários. Porém, de forma insensível, o governador Jackson Barreto até agora não retomou as negociações. Mas a nossa categoria está coesa e decidida a realizar quantos atos sejam necessários para tirarmos o governo dessa posição de inércia frente as nossas reivindicações”, afirmou Paulo que também retomou com firmeza as críticas à administração estadual quanto às finanças públicas.

O diretor do Sindifisco, Abílio Castanheira afirmou que os servidores públicos estão no 5º ano sem reposição dos salários: “essa política representa um confisco salarial disfarçado. Sem a reposição inflacionária desse período o prejuízo é enorme de mais de 35% de defasagem no poder de compra”. Castanheira ressaltou que qualquer alternativa apresentada para a reposição salarial dos servidores do Fisco deverá contemplar tanto aos ativos quanto aos servidores inativos.

Ainda no ato, vários outros auditores membros da Chapa 1, “A luta continua”, chapa única e de unidade, demostraram indignação à ausência de negociação e da falta de transparência nas informações oficiais do erário púbico estadual. Entre os candidatos da Chapa 1, falaram no ato Zé Antônio, Djalma Freire, Márcio Santa Rosa e Ivan Oliveira. Do Conselho Fiscal da entidade, Robson José de Souza também fez intervenções.  

As eleições para a nova diretoria do Sindifisco,  triênio 2018/2020, serão realizadas este mês, no dia 21. Paulo Pedroza é candidato à reeleição no cargo de presidente da entidade.

Fonte: Sindifisco - SE

Ler 18 vezes