Sindifiscal-ES: Entidades definem intensificação de ações contra reforma da previdência

01 Fevereiro 2018
(0 votos)

Em reunião realizada na manhã desta terça-feira (30) na sede social do Sindifiscal, em Vila Velha, entidades que representam nove categorias de trabalhadores das áreas pública e privada definiram a intensificação de ações contra a aprovação da reforma da previdência proposta pelo governo federal.

Entre as ações deliberadas pelo grupo incluem-se a pressão sobre os parlamentares federais capixabas indecisos ou favoráveis à proposta, por meio de veiculações de outdoors, instalação de faixas, contatos presenciais e publicações nas redes sociais, e também participação em atos públicos que visem à conscientização da sociedade acerca dos malefícios que a reforma impõe à população brasileira.

Participaram da reunião o presidente do Sindifiscal, Carlos Heugênio Duarte Camisão; os diretores Geraldo José Pinheiro e Zuleide de Assis Lopes e representantes do Sindireceita (Receita Federal); Sindaspes (agentes penitenciários); Sinases (agentes socioeducativos); Sindipúblicos (servidores públicos estaduais); SinPEF (Polícia Federal); Sinergia (trabalhadores de energia); Sindijudiciário (servidores do Judiciário); Sindipol (Polícia Civil) e UJC (Juventude).

Alegando um falso déficit nas contas da previdência social, desmascarado pela CPI da Previdência no Senado, por estudos da Auditoria Cidadã da Dívida, dos Auditores da Receita Federal, entre tantos outros, o governo pretende que os brasileiros contribuam por 40 anos e possam se aposentar somente com 62 anos (no caso das mulheres) e 65 anos (homens).

Fonte: Sindifiscal - ES

Ler 36 vezes