Contra reforma da previdência, Sindifiscal-ES participa de ato no aeroporto de Vitória

07 Fevereiro 2018
(0 votos)

O Sindifiscal engrossou a luta dos cerca de 50 servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada em ato contra a reforma da previdência realizado no início da manhã desta terça-feira (6) no aeroporto Eurico de Aguiar Salles, em Vitória.

Além de faixas com dizeres contrários à reforma, foram distribuídos panfletos informativos e proferidos gritos de guerra tanto na área externa do terminal aeroportuário quanto na área de embarque, onde foram abordados os deputados federais Helder Salomão (PT-ES), Givaldo Vieira (PT-ES) e Paulo Foletto (PSB-ES). Todos se declararam contra a reforma.

"Tenho a firme convicção de que a reforma anunciada por Temer é uma deforma, uma ameaça aos trabalhadores. É um governo que elegeu os servidores públicos como inimigos", declarou Givaldo. "Eles [o governo] não apresentaram nenhuma medida para cobrar a fatura daqueles que hoje sonegam bilhões da Previdência", complementou.

Discurso parecido teve Helder Salomão. "É uma proposta que não toca nos privilégios, nos altos salários. Só impõe aos trabalhadores mais um sacrífico. O governo não trata da questão dos grandes devedores e quer que os trabalhadores brasileiros paguem a conta", declarou.

O ex-governador do Espírito Santo, e atual presidente da Fundação João Mangabeira, Renato Casagrande (PSB-ES), também foi abordado no aeroporto. Ele disse que o PSB firmou posição contrária à reforma. "Essa reforma que está apresentada não enfrenta o principal desafio dos brasileiros que é a concentração de riquezas. Ela tira o direito de quem ganha menos e preserva os grandes devedores da Previdência", afirmou Casagrande.

A ideia também era abordar deputados que devem votar a favor da reforma, como Lelo Coimbra (PMDB-ES), Líder da Maioria no Congresso e aliado de primeira linha de Michel Temer. Entretanto, eles não embarcaram no momento do ato, que se iniciou às 5h30 e só terminou às 10h.

Do Sindifiscal participaram o presidente Carlos Heugênio Duarte Camisão, o vice-presidente José Fermo, os diretores Rogério Zanon, Geraldo Pinheiro e Jocelino Demuner, além de Anthony Lavor, integrante do Conselho Deliberativo. Além do Sindifiscal, se reuniram no ato representantes do Sindipúblicos, Sindipol, Sindijudiciário, Sindireceita, SinPRF, Sindipetro, Sindaema, Intersindical, Sindibancários, entre outros.

As entidades formam a Frente Estadual Contra a Reforma da Previdência, que tomará novas ações contra a reforma proposta pelo governo federal. Em breve, devem ser instalados outdoors e realizados novos atos para conscientizar a população de que o projeto é maléfico para a sociedade, sobretudo para as camadas mais pobres. Mulheres e servidores públicos também serão bastante prejudicados caso a reforma seja aprovada pelo Congresso Nacional.

Fonte: Sindifiscal - ES

Ler 230 vezes