Sindifisco-MG: Categoria se mobiliza pela manutenção do veto do governador às emendas do Sinffaz

12 Março 2018
(0 votos)

AFREs compareceram ontem à ALMG; em unidades da capital e do interior as atividades foram paralisadas e abaixo-assinados foram encaminhados à SEF/MG

Seguindo orientação do Sindifisco-MG, auditores fiscais de todo o estado se mobilizaram ontem para garantir que o veto do governador às emendas do Sinffaz ao PL 3677/2017 seja mantido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde será discutido e votado. Auditores das unidades de Belo Horizonte e de Contagem, além de colegas aposentados, compareceram ontem (7) à ALMG, se unindo às diretorias do sindicato e da Affemg no trabalho de conversar com parlamentares e assessores pressionando pela manutenção do veto. No interior e na capital, os AFREs paralisaram as atividades e levaram às chefias o posicionamento e a expectativa da categoria em relação ao desfecho da votação.

A diretoria do Sindifisco-MG vem acompanhando diariamente o desenrolar da situação e hoje estará durante todo o dia na Assembleia. A agenda da ALMG para esta quinta-feira prevê a discussão dos vetos em sessão marcada para hoje à tarde, entretanto, até ontem, deputados e assessores procurados pelo sindicato disseram que a votação só deverá ocorrer na terça-feira. A diretoria pede que a categoria se mantenha em estado de alerta e informa que, caso haja qualquer novidade, convocará a categoria via SMS, informe e aplicativo para uma ação emergencial.

A diretoria do Sindifisco-MG cumprimenta e agradece aos colegas de todo o estado pelo engajamento na luta contra a tentativa de provimento derivado na SEF/MG. Unidades como a DFT BH, DFT Contagem, unidades da Rua da Bahia e Av. Afonso Pena, DF Juiz de Fora, DF Varginha, DF e DFT Pouso Alegre, Núcleo Itajubá e Núcleo Extrema produziram abaixo-assinados dirigidos ao secretário de Fazenda, pedindo que ele se empenhe pessoalmente para que o veto seja mantido. É importante que as unidades que ainda não fizeram o abaixo-assinado também se mobilizem a fim de reforçar a pressão.

Fonte: Sindifisco - MG

Ler 189 vezes