Fisco estadual encerra greve a partir desta segunda, dia 9

09 Abril 2018
(0 votos)

Vinte dias após o reinício da greve geral nas unidades da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), os auditores e auditoras tributários decidiram em assembleia encerrar o movimento grevista. O retorno às atividades se deu hoje, dia 9.

A assembleia foi realizada na manhã da última quinta-feira (5). E apesar de deliberar pelo fim da greve, a categoria se demonstrou insatisfeita com a falta de contraproposta do governo estadual no processo de negociação, relativa ao bônus/gratificação de incremento à arrecadação.

A proposta de suspensão da greve foi apresentada pela Diretoria do Sindicato dos Fisco de Sergipe (Sindifisco). “A greve cumpriu o seu papel e ela não é o único instrumento de luta. Deveremos adotar outras formas de luta, visando que o governo atenda nossa reivindicação. Vamos nos manter mobilizados e continuar denunciando a política de arrocho dos salários servidores do Executivo estadual e o sucateamento da Sefaz promovidos pelo governo do Estado de Sergipe”, afirma o presidente do Sindifisco Paulo Pedroza.    

Calendário de mobilização

A categoria estará presente na manifestação do Fórum dos Servidores Públicos Estaduais, denominada “Bota-fora de Jackson”, que será realizada nesta sexta-feira (6), às 8h, em frente ao Palácio dos Despachos. Participará também do Seminário sobre Reforma da Previdência, a ser realizado no próximo dia 13, às 8h, na sede do Sindifisco.

Insatisfação generalizada

Na abertura da assembleia, os diretores do Sindifisco detalharam as dificuldades do longo processo de negociações entre o governo estadual e o Fisco, lideradas pelo vice-governador Belivaldo Chagas. Foi destacado a intermediação do deputado Francisco Gualberto (PT), que tentou contribuir na solução do impasse.

O diretor de Comunicação do Sindifisco, Abílio Castanheira, relatou o esforço do Sindicato em apresentar alterações na proposta inicial do bônus/gratificação, o que possibilitaria inclusive a ampliação da margem da arrecadação de impostos. “Porém, o governo encerra as negociações sem, entretanto, apontar qualquer contraproposta”, afirma Castanheira.

Durante intervenções, em vários momentos, os auditores e auditoras parabenizaram a diretoria do Sindifisco pela condução das negociações e da mobilização do Fisco estadual. Outros exaltaram a unidade, disposição e a adesão da categoria ao movimento grevista.

“Seria ótimo se tivéssemos conquistados nossa reivindicação. Mas nem sempre é assim. Toda conquista depende do processo de negociações. Cumprimos mais uma etapa desse processo. Vamos internalizar esse sentimento do nosso direito de recomposição salarial até sairmos vitoriosos”, afirmou o diretor do departamento Financeiro do Sindifisco, Zé Antônio,  

Já o diretor do Departamento dos Aposentados, José Antônio Sampaio (Departamento de Aposentados) destacou a posição firme do Sindifisco da não exclusão dos aposentados e pensionistas em qualquer possibilidade de fechamento de acordo.

Fonte: Sindifisco - SE

Ler 155 vezes