Atividades paralisadas no Sindifisco-MG

09 Abril 2018
(0 votos)

AFREs devem manter paralisação até que SEF/MG solucione impasse no pagamento do complemento da ajuda de custo

A diretoria do Sindifisco-MG mantém a orientação para que a categoria permaneça com as atividades paralisadas até que a Secretaria de Fazenda efetue o pagamento do complemento da ajuda de custo prometido aos servidores da secretaria. O presidente do sindicato, Marco Couto, lembra que o prêmio foi uma oferta da SEF/MG como contrapartida ao esforço dos servidores na execução do Programa Regularize e, portanto, não é favor, mas reconhecimento dos resultados produzidos pela categoria.

O não pagamento do prêmio na data acertada pelo governo pegou de surpresa as categorias da SEF/MG, causando revolta entre os servidores. "Estamos todos indignados, não apenas por não termos recebido, mas também pela forma como foi feito, numa demonstração de total desrespeito com todas as categorias da Fazenda", ressalta Marco Couto. Ele reitera a orientação aos servidores de travar as atividades nas repartições, inviabilizando o trabalho até que o secretário de Fazenda informe como pretende resolver o problema.

Diretoria do Sindifisco-MG frisa que prêmio não é favor, mas reconhecimento do trabalho realizado pela categoria.

Fonte: Sindifisco - MG

Ler 50 vezes