Sindsefaz-BA: Assembleia aponta insistir junto ao governo pela pauta emergencial

09 Abril 2018
(0 votos)

Reunidos em assembleia na última sexta (06), no Bahia Othon Palace, os fazendários avaliaram a atual conjuntura política, fizeram um balanço das conversações com o governo e debateram qual rumo tomar neste ano de 2018. A decisão foi a de não baixar a cabeça e continuar insistindo junto ao governo para negociar a pauta emergencial: GDF dos Técnicos, Concurso para ATEs, Indenização de Transporte e Mudança na GF do Fisco.

A assembleia debateu as dificuldades negociais com o governo, que insiste na tese de que não há dinheiro para atender nossas reivindicações. A avaliação é que há margem para atender alguns pleitos e que podemos quebrar o endurecimento da Sefaz e do governador unindo a pressão e a luta com articulações políticas.

Neste momento, o Sindsefaz tem se valido da proximidade com parlamentares da base de Rui Costa para destravar as conversas. Isso funcionou no item do Concurso para ATE e estamos utilizando a mesma tática no tratamento da GDF dos Técnicos.

Os fazendários aprovaram a formação de três comissões para auxiliar a diretoria do Sindicato no encaminhamento das lutas e ações:

1)    Estudar a situação do Trânsito de Mercadorias;

2)    Ajudar na execução do processo 1/20 do Grupo TAD;

3)    Traçar estratégias de luta e atuação política na Sefaz.

Minuto de silêncio

Foi registrado um minuto de silêncio em homenagem a Guilherme Pires, filho da colega auditora fiscal Luciene Mendes (Ilhéus), que faleceu em acidente automobilístico na madrugada desta sexta (06). A fazendária, inclusive, estava em Salvador, onde participaria da assembleia da categoria, tendo que retornar às pressas à sua cidade.

O Sindsefaz une-se à colega Luciene neste momento de dor e consternação. Os fazendários presentes à assembleia, ao final, fizeram uma oração em memória de Guilherme.

Moção de repúdio

A assembleia também aprovou, com um voto contrário e uma abstenção, uma moção de repúdio contra a posição do Supremo Tribunal Federal (STF), que em sessão na quarta (04), permitiu as condições para que o TRF 4 e o juiz Sérgio Moro mantenham a perseguição contra o ex-presidente Lula.

Prestação de contas

Antes da assembleia extraordinária que debateu os encaminhamentos de nossa luta, ocorreu uma assembleia ordinária, que analisou e aprovou as contas do Sindsefaz do exercício de 2017.

Fonte: Sindsefaz - BA

Ler 156 vezes