Diretoria do Sindafep se reúne com auditores fiscais em quatro cidades do norte do Paraná

30 Abril 2018
(0 votos)

Entre a última quarta-feira (25) e sexta-feira (27), membros da diretoria do Sindafep estiveram reunidos com auditores fiscais nas delegacias de Londrina, Maringá e Jacarezinho, e também na Agência de Rendas de Cornélio Procópio. As visitas foram feitas pelo presidente do sindicato, Wanderci Polaquini, e pelo vice-presidente jurídico, Fernades dos Santos.

Os temas das reuniões, que envolveram auditores ativos e aposentados, eram de interesse de toda a categoria, como: pagamento de pendências de bolões, alguns casos de promoção e reajuste geral de 8,53%, questões judiciais e alterações da lei 131/2010, as Reformas Tributária e Previdenciária; entre outros.

O presidente atualizou sobre as tratativas dos bolões atrasados e a intenção do sindicato em judicializar a questão caso a solução administrativa não ocorra até o mês de agosto. Sobre o reajuste geral, informou que a diretoria deverá se reunir nos próximos dias com a governadora do estado para solicitar a reposição  dos 8,53% devidos aos servidores. Em relação às alterações da lei, adiantou que as duas principais alterações propostas deverão ser a incorporação das quotas fixas ao salário base e a incorporação de parte dos bolões às quotas variáveis e o seu respectivo pagamento ao longo dos doze meses ano. As demais alterações a serem propostas serão compiladas e submetidas à categoria antes de serem encaminhadas.

Fernades também conversou com os presentes sobre as ações de inconstitucionalidade no TJ  e STF, as ações de quotas e bolões para aposentados e pensionistas e a proposta de ingresso de ações judiciais por conta da falta de pagamento dos últimos bolões e alguns casos de promoções.  Foram debatidos também os recursos administrativos no Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) pela ausência de registro das aposentadorias a partir de 2013, oportunidade em que Fernades informou sobre o trabalho desenvolvido para buscar estancar os efeitos danosos que poderiam alcançar grande parte daqueles que se aposentaram nos últimos cinco anos e aos que se aposentarão nos próximos anos.

Segundo Wanderci, os auditores fiscais compareceram em grande número às reuniões e participaram ativamente do debate das questões. “A dinâmica dos encontros e o alto nível de interesse da categoria mostra que precisamos continuar promovendo esse tipo de conversa nas regionais com frequência, além de reavaliar algumas das atividades e ações da entidade que não estão atendendo aos anseios da classe. Sempre tem o que melhorar”, avaliou. As reuniões tiveram duração de duas a três horas, em média.

Para saber de antemão quando haverá reuniões com a diretoria do Sindafep em sua cidade, é importante ficar atento aos nossos canais de comunicação (site, WhatsApp, boletim eletrônico e Facebook).

Fonte: Sindafep - PR

Ler 117 vezes