Sindifisco-SE: Candidatos a governador recebem o livro da Reforma Tributária Solidária

12 Setembro 2018
(0 votos)

Oito dos nove candidatos ao Governo Estadual participaram do Debate do Fisco: Eleições 2018

Nesta segunda-feira (10), os candidatos a governador de Sergipe Eduardo Amorim (PSDB) e Márcio Souza (PSOL) apresentaram proposta e participaram do Debate Temático do Fisco, sobre Finanças Públicas e Administração Tributária. Do ciclo de debates, no total, oito dos nove candidatos estiveram no auditório do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco).  O evento foi realizado nos últimos dias 3,4,5 e 10.

Seguindo a sequência das apresentações transmitidas ao vivo pelas redes sociais do Sindifisco, foram sabatinados pelos auditores e auditoras fiscais os candidatos majoritários: deputado federal Valadares Filho (PSB), dr. Emerson (Rede), João Tarantella (PSL), Gilvani Santos (PSTU), Milton Andrade (PMN), Mendonça Prado (DEM), senador Eduardo Amorim (PSDB) e Márcio Souza (PSOL). O único candidato ausente foi o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PMDB).   

Depois dos debates, a diretoria do Sindifisco entregou a cada um dos participantes/candidatos a obra com a Proposta da Reforma Tributária Solidária, organizada pela Federação Nacional do Fisco (Fenafisco) e Anfip.

Temas recorrentes

Dos principais questionamentos, em todos os dias, os temas versaram sobre propostas para condução do Estado, com relação as Finanças Públicas (questões como arrecadação estadual, benefícios fiscais para grandes empresas, combate à sonegação fiscal, transparência e dívida pública do Estado) e ainda sobre a política de valorização dos servidores, pagamento de salários dos servidores da ativa, aposentados e pensionistas, previdência social, propostas para a reestruturação da Administração Fazendária e o perfil do futuro secretário da pasta.

Belivaldo: ‘imprevisto inadiável’

Em nota enviada por e-mail, a assessoria de Belivaldo Chagas informou que o governador não pôde participar do debate marcado para o dia último dia 5, porque “infelizmente surgiu um imprevisto, inadiável, na agenda administrativa que o impossibilitaria de cumprir com o compromisso”.

Por Déa Jacobina Ascom Sindifisco - SE

Ler 17 vezes Última modificação em Quarta, 12 Setembro 2018 11:27