Auditores e Auditoras de Tributos comemoraram os 30 Anos do Sindifisco-SE

24 Janeiro 2019
(0 votos)

A Festa dos 30 Anos do Sindicato do Fisco de Sergipe promoveu alegria entre os Auditores e Auditoras de Tributos de Sergipe. Simbolizando também o Dia do Auditor Fiscal, o evento homenageou os membros de todas às 14 Diretorias Administrativas e do Conselho Fiscal do SINDIFISCO. Com delicioso buffet, a comemoração foi animada por três atrações musicais: Airton e Suas Vozes, a dupla Chico Queiroga e Antônio Rogério e a Banda de Sandro D’JOTA. Veja as imagens da festa na Galeria de Fotos deste site.

A solenidade dos 30 Anos do SINDIFISCO foi descontraída e prestigiada por representantes do poder público e dos movimentos sindicais e sociais. A Secretaria da Fazenda de Sergipe (Sefaz) foi representada pelo chefe de gabinete Leonardo Moradillo e pela superintendente de Gestão Tributária, Silvana Maria Lisboa. Estavam ainda o comandante Interino da Companhia Fazendária, tenente Dernival Santos e o superintendente Regional da Polícia Rodoviária, inspetor Carlos Alberto Xavier de Andrade. Dos movimentos sindicais estavam os representantes do Sindicato Municipal/SINAF (Carlos Eduardo Trindade Santos); Sindipetro (Pedro Messias); Sindicato dos Bancários (Ivânia Pereira); CSP Conlutas (Elinos Sabino); CTB (Adêniton Santana); DIEESE (Luis Moura); União Brasileira das Mulheres/UBM (Maria da Pureza Sobrinha); Andes/Nacional (Sônia Meire); Movimento Negro Unificado- MNU (Ana Iris) e ainda lideranças do Grupo de Juventude Negra e do Fórum de Religiões de Matizes Africanas.

Entrega de Placas e Diplomas

O presidente da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco), Charles Johnson da Silva Alcântara foi o convidado de honra para entrega das placas de Reconhecimento Público aos nove ex-presidentes do SINDIFISCO. Na sequência cronológica das 14 gestões, todos os 108 membros de Diretorias Administrativas e do Conselho Fiscal das 14 gestões foram convidados para receber individualmente os Diplomas de Reconhecimento Público.

Forjado na luta

A solenidade relembrou em uma síntese histórica os 30 Anos do SINDIFSCO. Na entrada e no palco da festa (Sônia Lima Loft), o símbolo das Bodas de Pérolas foi representado pela simbiose entre o Sindicato do Fisco de Sergipe e a Constituição Federal de 1988. A imagem tem motivo histórico! O Sindicato do Fisco de Sergipe foi fundado no dia 17 de janeiro de 1989, três meses após a promulgação da Carta Cidadã de 88.

Na narrativa histórica também ficou evidente que para além de ser contemporâneo da Carta Magna, o Sindicato do Fisco de Sergipe foi forjado na luta. Há três décadas, a associação recreativa e assistencial (a ASFISE) foi extinta para dar vida à organização sindical da categoria do Fisco. Nessa época, parte significativa dos ‘Auditores e Auditoras Fiscais de Tributos I’ ingressaram na Sefaz, em meio às históricas greves de 1988 e 1989. Com vigor dos movimentos grevistas, a antiga associação recreativa do Fisco foi extinta e no lugar surge o SINDIFISCO/SE.

A solenidade foi encerrada com a saudação do presidente do SINDIFISCO, Paulo Pedroza, que de forma alegre entoou a palavra de ordem ‘Fisco unido jamais será vencido’. Durante a explanação, Pedroza afirmou que ao longo dos 30 anos, a categoria e o sindicato têm demonstrado maturidade para negociar e fazer a luta justa e necessária. O dirigente sindical também ressaltou a importância do papel do auditor na arrecadação fiscal e da luta em defesa dos direitos da classe trabalhadora e da previdência social ameaçados no novo governo federal.

Fonte: Sindifisco - SE

 

Ler 173 vezes