PB | Diretoria do Sindifisco e a mobilização da base

17 Fevereiro 2020

Com o objetivo de fortalecer, ainda mais, a unidade da classe fiscal em torno das reivindicações do Fisco paraibano, a diretoria do Sindifisco-PB reforça, a partir desta semana, a série de visitas aos setores de fiscalização, nas gerências regionais.

A política de articulação da base se manterá até o dia 18 de março, quando acontecerá a assembléia geral de indicativo de greve, na qual a categoria vai avaliar a possível contraproposta à pauta de reivindicações entregue ao Governador do Estado.

As auditoras e auditores fiscais comparecerão em grande número à AGE e não descartam decretar greve, caso categoria e Governo não cheguem a um consenso.

Segundo o presidente do Sindifisco-PB, Manoel Isidro, a decisão por um movimento paredista depende muito do que ocorrerá até o dia da AGE, porém, acreditamos na sensibilidade do Governo do Estado, uma vez que o canal de negociação se mantém aberto e o pleito do Fisco Estadual é justo e exequível.

Fonte: Sindifisco - PB

Ler 37 vezes Última modificação em Segunda, 17 Fevereiro 2020 15:42