Sindifisco-RN e polícias civil e militar, realizam operação conjunta na BR 304 em Mossoró

14 Agosto 2017

Mais de 50 auditores fiscais estaduais, além de policiais civis e militares participaram nesta quarta-feira (09), de uma blitz conjunta, na BR 304, divisa com o Estado do Ceará, a 10 km de Mossoró. A ação faz parte da Operação Padrão do Fisco e visa a coibir a sonegação fiscal, a entrada de produtos sem nota fiscal e pirataria, além da área de segurança pública, com policiais atuando no combate ao tráfico de mercadorias, roubos de carros, mercadorias, entrada de armas e drogas.

“A blitz de Mossoró é mais uma etapa da interiorização da nossa Operação Padrão que começou pela divisa com a Paraíba. Agora estamos atuando na divisa com o Ceará, onde entram e saem muitas mercadorias comercializadas aqui no RN. Mais uma vez queremos mostrar a importância do trabalho do Fisco e das polícias e chamar a atenção do Governo para a regulação dos salários dos servidores públicos do Estado. Estamos há 17 meses sofrendo com atrasos permanentes. Esta situação não pode continuar”, esclarece o presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais – Sindifern, Fernando Freitas.

A Blitz comecou nas primeiras horas desta manhã. Nesta quarta etapa da Operação Padrão, todos os veículos, sejam de passageiros, transportes ou cargas, que trafegaram pela BR 304, das 7h às 14h, foram parados e vistoriados.

“Tanto o Fisco, quanto as polícias têm papéis fundamentais para o Estado. Os auditores porque são responsáveis pela arrecadação dos tributos próprios, ou seja, os recursos que entram para os cofres públicos, para garantir que o Governo possa executar todas as políticas públicas; Já as polícias garantem a segurança da população, que está alarmada com tanta violência. Precisamos que o Governador garanta investimentos e melhores condições de trabalho para que possamos desempenhar nosso papel com eficiência”, avalia Freitas.

O movimento contra os atrasos salariais e por melhores condições de trabalho é por tempo indeterminado e as operações e blitz devem continuar ocorrendo por todo o Estado. Além disso, os servidores do Poder Executivo reunidos no Fórum dos Servidores preparam novas ações para pressionar o Governo a regularizar o calendário de pagamentos. Algumas categorias falam em paralisação.

Fonte: Sindifisco - RN

Ler 541 vezes