SINDIFISCO-SE participa do Ato Contra a PEC da Reforma Administrativa

05 Outubro 2020
passeata-2.jpg

Em Aracaju, nessa quarta-feira (30.09), no centro da cidade, sindicatos dos servidores públicos lançaram a Campanha Nacional em Defesa das Estatais e do Serviço Público. Os representantes do Sindicato do Fisco de Sergipe (SINDIFISCO/SE) estavam presentes no ato e na passeata ao lado de lideranças de várias categorias do serviço público.

De forma unificada, denunciaram o projeto neoliberal de ataques aos servidores públicos por parte do governo de Jair Bolsonaro que causaram enormes prejuízos à população. Em especial a manifestação alertou a sociedade a PEC 32/2020 da Proposta de Emenda à Constituição Reforma Administrativa enviada pelo governo federal ao Congresso Nacional que tem o claro objetivo de desmantelamento e precarização do serviço público brasileiro.

Da lista das empresas estratégicas para o desenvolvimento e a soberania nacional que estão mira do governo federal para entregar à iniciativa privada estão a Petrobras, Elerobras, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Correios, entre outras.

Representaram o SINDIFISCO/SE, os diretores José Antônio dos Santos e Márcio Santa Rosa. José Antônio fez várias intervenções durante a manifestação unificada dos servidores. O auditor fiscal, assim como várias outras lideranças dos sindicatos presentes, foi contundente em afirmar que a reforma administrativa que o governo propõe é uma reforma de Estado, o desmonte do Estado brasileiro, para precarizar os serviços públicos (piorando a qualidade no atendimento da população aos serviços essenciais) e que para isso o governo e a grande mídia querem destruir a imagem do servidor público.

As lideranças sindicais alertaram que dos ataques aos direitos dos servidores, o governo pretende acabar com a estabilidade e cria mecanismos que facilitam a demissão de servidores, que hoje só ocorre em casos como infração disciplinar. A proposta ainda possibilita o desligamento de servidores após avaliação de desempenho.

Fonte: Sindifisco - SE

Ler 47 vezes