Mai 2019

Samuel defendeu a retirada dos recursos do banco de fomento e que texto apresentado por ele seria uma evolução em relação à proposta do governo

Publicado em Na Mídia

Desde 2015, banco de fomento transferiu R$ 339 bilhões para o Tesouro. Isso permitiu que o débito bruto do governo esteja em 78,8% do PIB, em vez de 84,2%. Especialistas alertam que dinheiro é finito é que é preciso aprovar a reforma previdenciária

Publicado em Na Mídia

Os cinco principais partidos de oposição oficializaram hoje a posição contrária ao relatório da reforma da Previdência. Com isso, o texto do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) já tem 11 votos contrários, de PT, PSB, PDT, PSOL e PCdoB. A comissão especial que analisa a reforma tem 49 membros. Para ser aprovado, o parecer precisa do aval de 25 membros. Se conseguir, o texto segue para o plenário.

Publicado em Na Mídia

A Comissão Especial da Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados retoma hoje (19) as discussões sobre o parecer do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), apresentado na semana passada.

Publicado em Na Mídia

Samuel Moreira disse ainda que a inclusão de servidores estaduais e municipais só deve ser discutida no plenário da Câmara

BRASÍLIA — Apesar da pressão da equipe econômica, o relator da reforma da Previdência , deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), praticamente, descartou a reinclusão do regime de capitalização na proposta que altera as regras das aposentadoria. Segundo ele, não há ambiente político para discutir, ao mesmo tempo, mudanças no sistema atual e um novo modelo previdenciário para o país, como de capitalização, no qual os trabalhadores poupam para própria aposentadoria.

Publicado em Na Mídia

Atualmente, o parecer prevê 20 anos de atividade rural para homens e 15 para mulheres

Publicado em Na Mídia

Hilário Bocchi Junior explica o que muda e o que fica como está caso parecer seja aprovado na comissão antes de seguir para votação no plenário.

A discussão sobre o parecer do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), relator da proposta da Reforma da Previdência, que modificou alguns pontos do texto original apresentado pelo governo federal, começou nesta terça-feira (18).

Publicado em Na Mídia

Os cálculos são do economista Bernard Appy, do Centro de Cidadania Fiscal (CCiF)

Publicado em Na Mídia

O diretor da Fenafisco, Celso Malhani e a advogada da entidade, Caroline de Sena, foram recebidos pelo senador Paulo Paim (PT-RS), nesta terça-feira (18), para tratar da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 2238, que julga a constitucionalidade de trechos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que permitem a flexibilização da jornada de trabalho e a redução proporcional da remuneração de servidores públicos em até 25%.

Publicado em Notícias Fenafisco
Terça, 18 Junho 2019 11:29

Trabalho Parlamentar

Convocamos os Sindicatos Filiados: SINAFRESP/SP, SINDIFISCO/PE, SINDAFEP/PR, SIPROTAF/MT, SINDIFERN/RN, SINDIFISCO/PA, SINDIFISCO/SC, SINDIFISCAL/TO, SINDIFISCO/MS e SINDIFISCO/AM, para Trabalho Parlamentar, com foco na Reforma da Previdência, a ser realizado na Câmara dos Deputados, nos dias 18 e 19 de junho de 2019.

Visando não onerar os Sindicatos Filiados, montamos a escala de Convocação distribuindo os Sindicatos por semana, mas os demais, também, estão convidados a participarem dos trabalhos, dentro das suas possibilidades.

A reunião preparatória acontecerá na sede da FENAFISCO, localizada no SCS Q.06 Bloco A, 4º andar, Ed.City Corporation, Telefone: (61) 3226.4070, no dia 18/06/2019 às 9h30min. 

Solicitamos a gentileza, de confirmar presença no telefone: (61) 3226.40.70 ou via e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Convocação

Publicado em Agenda Fenafisco