Relator da reforma trabalhista suspende tramitação do projeto

19 Maio 2017
(0 votos)

Crise institucional exige que o impasse político que o país vive seja enfrentado antes de tratar de projetos específicos, alega Ricardo Ferraço

O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) suspendeu a tramitação do projeto de lei que reforma as leis trabalhistas. A decisão foi informada pela assessoria do parlamentar sob o argumento de que a crise institucional exige que o impasse político que o país vive seja enfrentado antes de tratar de projetos específicos.

“A crise institucional que estamos enfrentando é devastadora e precisamos priorizar a sua solução, para depois darmos desdobramento ao debate relacionado à reforma trabalhista”, disse Ferraço em nota.

O projeto de lei que altera mais de 100 itens da Consolidação das leis do Trabalho (CLT) já aprovado pela Câmara e era uma das prioridades do governo Michel Temer como instrumento para incentivar o reaquecimento da economia. Não ficou prevista uma nova data para a retomada da tramitação do tema na comissão especial do Senado. “Não há como desconsiderar um tema complexo como o trazido pela crise institucional. Todo o resto agora é secundário”, diz Ferraço.

Fonte: Congresso em Foco

Ler 14 vezes Última modificação em Sexta, 19 Maio 2017 10:32