Protestos por eleições diretas são realizados no Brasil e no exterior

19 Maio 2017
(0 votos)

Manifestantes contrários a Michel Temer e favoráveis à uma nova eleição direta para a Presidência da República foram às ruas em pelo menos 21 capitais do país nesta 5ª feira (18.mai.2017). Em Brasília e em São Paulo, as mobilizações foram debaixo de chuva. No Rio de Janeiro, o ato na Candelária culminou em 1 confronto entre manifestantes e policiais.

Protestos foram registrados até no exterior. Na capital argentina, Buenos Aires, 1 grupo se reuniu em frente à sede da embaixada brasileira na cidade.

Independente de onde eram os protestos, os manifestantes gritavam palavras de ordem como “Fora, Temer” e “Diretas Já!”.

Em Brasília, os manifestantes começaram a se concentrar no final da tarde na Rodoviária do Plano Piloto, ponto central da capital federal.

Eles seguiram em marcha rumo à Praça dos Três Poderes.

No Rio de Janeiro, o ato foi na Candelária, no centro da cidade. O protesto seguia pacífico até a eclosão de 1 confronto entre policiais e manifestantes.

Em São Paulo, manifestantes se concentraram em frente ao escritório da presidência da República, na Avenida Paulista.

Além de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro, foram registrados atos em Fortaleza (CE), Recife (PE), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Salvador (BA), Porto Alegre (RS), Belém (PA), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Vitória (ES), Campo Grande (MS), Natal (RN), Macapá (AP), Manaus (AM), Maceió (AL), São Luís (MA), Teresina (PI), Aracaju (SE), Rio Grande (RS), Londrina (PR), Montes Claros (MG), Santa Maria (RS) e Juiz de Fora (MG).

Fonte: Poder 360

Ler 89 vezes Última modificação em Sexta, 19 Maio 2017 13:03