Dono da Telexfree é condenado pela Justiça por sonegar quase R$ 4 milhões de imposto, diz MPF

10 Janeiro 2019
(0 votos)

Carlos Costa é acusado de omitir e prestar informações falsas na declaração de Imposto de Renda de pessoa física. A decisão cabe recurso, mas Costa ainda não se pronunciou

O dono da Telexfree, Carlos Costa, foi condenado pela Justiça a três anos, sete meses e 21 dias de prisão por omitir e prestar informações falsas na declaração de imposto de renda de pessoa física, resultando, assim, na sonegação de R$ 3.960.073,13. A decisão da Justiça cabe recurso, mas Costa ainda não se pronunciou.

Segundo o MPF-ES, que ofereceu denúncia à Justiça, por conta da pena ser inferior a quatro anos, Carlos Costa responderá em liberdade. Por sua vez, terá que pagar multa de R$ 1 milhão e prestar serviços à comunidade.

Entenda o caso Telexfree
 
A denúncia do MPF-ES consta que o presidente da Telexfree ocultou de sua declaração de imposto redimentos de trabalho sem vínculo empregatício recebidos pela empresa Ympactus Comercial.
A denúncia também consta que Carlos Costa teria recebido depósitos de origem não comprovada em 2012.

Telexfree
 
O G1 procurou o advogado da empresa e do empresário Carlos Costa através de contato por email e ligações telefônicas, mas a defesa não respondeu às perguntas feitas pela reportagem.

Fonte: G1

Ler 81 vezes