Fisco Estadual: Suspeitos de participar de esquema de sonegação fiscal no setor cafeeiro são presos no ES

17 Abril 2019
(0 votos)

Cinco pessoas foram presas na Operação Guaporé e é estimado um prejuízo inicial de mais de R$ 18 milhões com fraudes fiscais. Uma pessoa está foragida.

Cinco pessoas foram presas e oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos em uma operação do Ministério Público Estadual (MP-ES), que aconteceu em cidades do Sul do Espírito Santo, nesta terça-feira (16). A ação investiga sonegação no setor cafeeiro.

Um levantamento inicial da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) aponta que as fraudes tributárias devem ultrapassar os R$ 18 milhões. Uma pessoa suspeita de envolvimento continua foragida.

A Operação Graúna foi deflagrada com base em indícios da existência de uma associação criminosa composta por empresários, “laranjas” e contadores, que atua prioritariamente no implemento de fraudes fiscais em empresas do setor cafeeiro localizadas nas cidades de Iúna e Ibitirama.

Os mandados de busca e apreensão aconteceram nas residências dos investigados e nas sedes das empresas, em Iúna, Ibitirama e Alegre, para reforçar a coleta de provas dos atos ilícitos. Os mandados foram expedidos pelo Juízo da 2ª Vara de Iúna.

Durante a operação foi apreendida uma maleta com dinheiro falso, além de documentos, telefones celulares, computadores, CDs e DVDs. Os materiais serão analisados por integrantes do MPES e da Sefaz.

A Operação Guaporé foi deflagrada por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Central), em parceria com a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), com o apoio do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES e da Polícia Militar.

Fonte: G1

Ler 138 vezes