Governo de SC pretende atacar sonegação fiscal, estimada em R$ 10 bilhões por ano

06 Mai 2019
(0 votos)

Diante de um rombo de R$ 2,5 bilhões previsto para o Orçamento deste ano, o governo catarinense está consciente de que é fundamental revisar os incentivos fiscais. Conforme o governador Carlos Moisés (PSL), são R$ 6 bilhões “que o Estado deixa de arrecadar”.

Ao pé da letra, não é bem assim, afinal, os incentivos são concedidos para atrair e estimular empresas, em um cenário de forte guerra fiscal. Como o próprio Moisés diz, “é preciso buscar o equilíbrio”.

Outra questão que o Estado pretende atacar é a sonegação fiscal. A estimativa é que R$ 10 bilhões são sonegados por ano em Santa Catarina. “Se nós tivéssemos um excepcional sistema de fiscalização e cobrança, não teríamos o déficit e ainda ficaríamos com sobra”, disse.

Fonte: Blog do Magagnin

Ler 75 vezes