“Deputados eleitos por Bolsonaro” fogem da reforma da Previdência, critica Carlos

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC) cobrou de parlamentares eleitos na onda de popularidade de seu pai, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que apoiem publicamente a reforma da Previdência.

Em publicação feita nesta manhã (26) no Twitter, Carlos disse que a “esmagadora maioria” dos “deputados eleitos por Bolsonaro” “nem toca no assunto”.

Carlos fixou no alto de seu perfil no Twitter o vídeo do pronunciamento feito em cadeia de rádio e TV por seu pai na noite de quarta-feira em defesa da reforma. “Assista aqui, tire muitas dúvidas e desminta muitas desinformações divulgadas propositalmente”, escreveu o vereador.

Na semana passada a deputada Joice Hasselmann(PSL-SP), cotada para assumir a liderança do governo no Congresso, também reclamou do comportamento de alguns aliados de Bolsonaro em relação à reforma da Previdência.

"Deputados que juraram amor eterno ao presidente agora se afastam. Se o texto é muito duro, a gente começa a discutir em cima do texto duro e começa a apanhar em cima dele", disse ao Congresso em Foco.

Em decorrência da pouca ascensão sobre os parlamentares do líder do governo na Câmara, Major Victor Hugo (PSL-GO), Bolsonaro tem delegado ao presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o papel de principal articulador do Planalto para a aprovação da reforma. Maia adiantou ontem dois pontos que deverão sofrer alterações para que a proposta seja votada: as mudanças na aposentadoria dos trabalhadores rurais e no benefício de prestação continuada (BPC), que é pago a idosos pobres e a pessoas com deficiência.

Ler 203 vezes