PB: Mais de R$ 4 bi nos cofres do Estado em apenas quatro meses

O Sindicato dos Auditores Fiscais da Paraíba (Sindifisco-PB) revelou neste sábado (24) que as receitas próprias e transferências constitucionais para o Estado cresceram acima da inflação acumulada (1,42%) no primeiro quadrimestre do ano.

Segundo nota publicada no boletim eletrônico Fisco em Dia, “as receitas próprias do Estado fecharam em alta no acumulado de janeiro a maio”, detalhando que “os números superaram mais de R$ 2,285 bi, contra 2,108 bilhões de reais arrecadados no mesmo período de 2016, o que garantiu um incremento de R$ 177 milhões, ou seja, crescimento de 8,41%”.

Quanto ao desempenho das transferências constitucionais, o Sindifisco mostra que nos cinco primeiros meses somaram R$ 1,894 bi, registrando incremento superior a 128 milhões, comparado com o mesmo período do ano passado, que foi de R$ 1,765 bi. Em termos percentuais, houve um acréscimo de 7,29, revela o Fisco em Dia em sua 25ª edição deste ano.

Transferências constitucionais são recursos repassados a estados e municípios pelo governo federal, provenientes da arrecadação de impostos. Dentre as principais destacam-se o Fundo de Participação dos Estados (FPE) e o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

De acordo ainda com o Sindifisco, “somadas as duas fontes de recursos, o Estado da Paraíba dispôs em caixa o equivalente a R$ 4,180 bi, enquanto que a soma do mesmo período de 2016 ficou somente em R$ 3,874 bi”. A entidade ressalta que o resultado desse quadrimestre representa quase 306 milhões a mais nos cofres do Estado em comparação com os quatro primeiros meses do ano passado, um crescimento da ordem de 7,90%.

Fonte: Jornal da Paraíba

Ler 512 vezes