Humberto Costa cobra mais debate sobre reforma da Previdência antes de votação

Em pronunciamento nesta sexta-feira, o senador Humberto Costa (PT-PE) se disse surpreso com a notícia de que o Senado tentará votar a reforma da Previdência em Plenário na quarta-feira (10). Ele citou entrevista do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que disse à imprensa estar buscando um acordo com líderes partidários para, se possível, votar as novas regras de aposentadoria já na quarta-feira.

Humberto afirmou que no colégio de líderes foi acordado que, antes da votação em Plenário, haveria uma série de audiências públicas, sessão temática e possibilidade de apresentação de emendas. Ele cobrou o cumprimento desse acordo e destacou a importância de debater mais a proposta, para que o debate possa esclarecer a população e os parlamentares sobre o quanto a reforma da Previdência é danosa ao povo brasileiro.

— Eu quero crer que tenha sido um arroubo de entusiasmo dele e que esteja mantida a palavra de que só se mude esse calendário mediante um acordo e um entendimento. Porque nós, como Minoria, temos o direito de fazer o debate. Isso nos é assegurado pela Constituição e pelo Regimento da Casa. Temos o direito de denunciar ao país essa reforma e, ao mesmo tempo, junto com a sociedade, tentar convencer o maior número possível de senadores de que essa reforma é danosa e que quem votar por ela vai pagar um preço — disse Humberto Costa.

Como altera a Constituição, a proposta (PEC 6/2019) precisa passar por cinco sessões de discussão em Plenário, antes da votação em primeiro turno. O texto também deverá voltar à Comissão de Constituição e Justiça, para análise de emendas.

Fonte: Agência Senado

Ler 86 vezes