Bolsonaro faz reunião com parlamentares para articular envio de reforma administrativa ao Congresso

O Palácio do Planalto cancelou, de última hora, a cerimônia de lançamento do programa Brasil Mais, que será uma versão ampliada do Brasil Mais Produtivo, para contemplar outros setores da economia. A solenidade estava marcada para as 17h30 desta terça-feira, mas o presidente Jair Bolsonaro preferiu assinar o decreto de criação do programa no gabinete.

O motivo foi que Bolsonaro aproveitou a presença da equipe econômica, de líderes de bancadas e do presidente do Congresso Nacional, o senador Davi Alcolumbre, que foram ao Palácio do Planalto acompanhar as posses dos novos ministros da Casa Civil, Walter Braga Netto, e da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Jair Bolsonaro convidou todos para uma reunião sobre a reforma administrativa. O objetivo do governo é fechar o texto base da PEC, Proposta de Emenda à Constituição, que altera as regras de contratação dos servidores públicos.

Nos últimos dias, Bolsonaro afirmou que as regras só vão valer para os novos funcionários. E Davi Alcolumbre anunciou que, mesmo que seja entregue ainda esta semana, a PEC da reforma administrativa só vai começar a tramitar depois do Carnaval.

Fonte: Agência Brasil

Ler 36 vezes