Leitão defende incentivos fiscais em cidades de baixo IDH

O candidato ao Senado Nilson Leitão (PSDB) afirmou que, se eleito, irá buscar a aprovação do projeto de lei, apresentado por ele, que concede incentivos fiscais à empresas e indústrias que se instalarem em cidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

A proposta já foi apresentada quando ele era deputado federal e esta parada na Câmara Federal.

“O emprego é essencial para manter a união e estabilidade de uma família. Para que essas famílias permaneçam em suas cidades de origem, com qualidade de vida, é preciso que tenham emprego e renda dignos", afirmou.

"A proposta vai gerar renda e movimentar a economia local, além de fazer com que famílias destas cidades não migrem para os grandes centros, o que causa superlotação e diminui o bem-estar dos cidadãos”, acrescentou.

Conforme a proposta, as empresas que se instalarem nos municípios menos favorecidos poderiam pagar apenas metade do Imposto de Importação e do Imposto sobre Produtos Industrializados sobre a aquisição de máquinas destinadas à sua instalação física.

Proposta vai gerar renda, além de fazer com que famílias destas cidades não migrem para os grandes centros
A medida abrange também o Imposto de Renda, a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), a Cofins e a contribuição da empresa para a Seguridade Social, que seriam reduzidas em 50% ao longo de 5 anos.

Para Leitão, esse estímulo e incentivo às empresas refletirão de forma direta no crescimento dos pequenos municípios e, consequentemente, na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.

"Isso é uma reação em cadeia. Quando você incentiva a geração de postos de trabalho tudo melhora na cidade. A qualidade da educação melhora, a estrutura da saúde melhora, a economia melhora, o dinheiro circula no município e os seus moradores não precisam procurar outros polos para trabalharem e terem acesso aos serviços", disse.

"Devemos olhar para as pequenas cidades da mesma forma, pois elas têm a mesma importância para o desenvolvimento do estado. Quero trabalhar com esse olhar, para reduzirmos as desigualdades regionais e gerarmos oportunidades para todos", completou.

Fonte: Mídia News

Ler 16 vezes