Junho 2020

Órgão seguiu exemplo da Receita Federal, que também adiou retomada

O prolongamento da pandemia causada pelo novo coronavírus fez a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) prorrogar, até 31 de julho, a suspensão das cobranças relacionadas à dívida ativa da União. O órgão seguiu o exemplo da Receita Federal, que também adiou a retomada das cobranças e dos atendimentos presenciais.

Publicado em Na Mídia

Bolsa subiu 1,21% e encerrou no nível mais alto em 12 dias

A divulgação de indicadores econômicos internacionais que mostram a recuperação de várias economias avançadas refletiu-se no mercado financeiro brasileiro. O dólar caiu para o menor valor em oito dias, e a bolsa de valores fechou no nível mais alto desde 19 de junho. O dólar comercial encerrou esta quarta-feira (1º) vendido a R$ 5,318, com queda de R$ 0,122 (-2,24%).

Publicado em Na Mídia

Segundo banco, 45 mil companhias se interessaram em contratar crédito

As micro e pequenas empresas e os empreendedores individuais de todo o país afetados pela crise provocada pela pandemia do novo coronavírus podem contrair empréstimos do Banco do Brasil (BB). A instituição financeira anunciou hoje (1º) que oferecerá R$ 3,7 bilhões em empréstimos por meio do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

Publicado em Na Mídia

Alta é a maior desde junho de 2018 (12,9%), diz IBGE

A produção industrial brasileira avançou 7% na passagem de abril para maio deste ano, segundo dados da Pesquisa Industrial Mensal (PIM), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta, que é a maior desde junho de 2018 (12,9%), veio depois de duas quedas consecutivas, devido à pandemia do novo coronavírus: em março (-9,2%) e em abril (-18,8%).

Publicado em Na Mídia

Pela teoria do caos, percebemos a imprevisibilidade dos acontecimentos, especialmente, em razão da reação dos agentes impactados

Como os contribuintes, especialmente os brasileiros, têm uma grande capacidade de adaptação, não é possível prever os efeitos da reforma tributária em 15 anos.

Publicado em Na Mídia

A Frente Parlamentar da Reforma Administrativa discutiu, em audiência virtual nesta terça-feira, a modernização do serviço público. Com a presença de parlamentares de partidos de campos ideológicos variados, os deputados procuraram encontrar consenso, pontos de convergência que possam agilizar a aprovação de melhorias no atendimento prestado pelo Estado ao cidadão.

Publicado em Na Mídia

A crise do novo coronavírus é o desafio da nossa geração. O momento exige uma escolha rápida e corajosa, entre permitir o aprofundamento das desigualdades ou assumir o compromisso de que o Brasil sairá dessa crise mais justo e solidário do que entrou

Em meio a tantas dúvidas relativas à pandemia de covid-19, com nitidez enxerga-se a solidificação de um consenso sobre a necessidade de gastos públicos ampliados com saúde e proteção social, visando mitigar os efeitos da crise sobre as camadas mais vulneráveis da população. Em paralelo, é certo que a redução da atividade econômica implicará em perdas significativas na arrecadação de tributos. Disso, podemos prever um novo rombo fiscal que pressionará as já combalidas finanças de municípios, estados e da União. As perguntas fundamentais, nesse contexto, são “como” e “quem” pagará essa conta.

Publicado em Na Mídia

Impostos sobre o carbono podem eliminar mais de US$ 11 bilhões em lucros das produtoras de carne nas próximas décadas, em meio às medidas de governos para reduzir os danos causados pelo setor ao meio ambiente, segundo a rede de investidores Fairr.

Publicado em Na Mídia

Agora, os deputados ainda precisam votar a matéria em segundo turno. Caso seja aprovado o texto, primeiro e segundo turnos das eleições municipais vão acontecer nos dias 15 e 29 de novembro, respectivamente. Placar ficou em 402 votos a favor e 90 contra.

Publicado em Na Mídia

A Fenafisco ingressou nesta terça-feira (30), no Supremo Tribunal Federal (STF), com o pedido para ser admitida como amicus curiae na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6450, apresentada pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) à Corte, em que são contestados os dispositivos da Lei Complementar Federal (LCF) nº 173/2020, que, ao estabelecer o programa federativo de enfrentamento ao coronavírus (Covid-19), permite o congelamento de salários e benefícios de servidores públicos até 31 dezembro de 2021.

Publicado em Notícias Fenafisco