Ministro busca acalmar os ânimos, mas contradições se destacam

01 Outubro 2020

Soa estranho Guedes apontar o dedo para o Congresso no caso dos precatórios quando esteve no anúncio ao lado de colegas e de Bolsonaro

O discurso de ontem do ministro da Economia, Paulo Guedes, buscou esfriar os ânimos em torno da proposta de financiar o Renda Cidadã com a limitação do gasto com precatórios. A fala de Guedes, a primeira pública após a convulsão nos mercados, contudo, apresenta contradições. Ele tentou desvincular as duas questões, mas quem fez a associação foi o governo, com direito a foto e tudo.

Renda Cidadã: Após críticas ao governo, veja propostas de especialistas para bancar o programa social de Bolsonaro

01 Outubro 2020

Ideias incluem alta de impostos e unificação de benefícios sociais. Planalto já revê uso de precatórios para financiar substituto do Bolsa Família

RIO e BRASÍLIA - Diante da reação negativa de mercado e especialistas, o Palácio do Planalto já estuda fazer ajustes e descartar o uso de recursos dos precatórios como fonte de financiamento do Renda Cidadã, programa que vai substituir o Bolsa Família.

Guedes descarta uso de precatórios e Renda Cidadã volta à estaca zero

01 Outubro 2020

Depois de governo anunciar que a fonte de renda do substituto do Bolsa Família seria os precatórios da União, ministro afirmou que eles são uma ‘dívida líquida e certa’ e que o governo ‘vai pagar tudo’

O ministro da Economia, Paulo Guedes, descartou ontem o uso de recursos de precatórios (dívidas que o governo tem de pagar por determinação da Justiça) para financiar o Renda Cidadã, o programa social que o presidente Jair Bolsonaro quer colocar de pé até o fim do ano. Depois das críticas de investidores, Congresso e órgãos de controle que viram a estratégia como “pedalada”, as discussões do substituto do Bolsa Família voltaram praticamente à estaca zero e há avaliação de líderes do Congresso de que a votação deve ficar para 2021.

Ala política avalia usar desoneração para acelerar PEC de corte de gastos e Renda Cidadã

01 Outubro 2020

Congresso ameaça derrubar veto de Bolsonaro e prorrogar desoneração da folha até fim de 2021

Para tentar abrir caminho para a votação da proposta que cria o Renda Cidadã e corta despesas em situações de aperto fiscal, interlocutores do governo avaliam incluir no mesmo texto o aval à prorrogação da desoneração da folha de pagamentos para os 17 setores atualmente beneficiados.