Notícias Fenafisco
Sexta, 10 Novembro 2017 11:36

Sindifisco-PA promove campanha

Campanha de alerta sobre os prejuízos causados com a Lei Kandir.  

O Sindifisco Pará vai promover campanha que alerta a sociedade sobre os danos causados pela Lei Kandir ao estado do Pará, nos últimos 21 anos. A lei impede a cobrança do ICMS sobre as exportações de produtos primários, como a exploração mineral.

Por isso, o sindicato propõe a volta da tributação desses recursos e incentiva a verticalização da cadeia produtiva e a devolução dos recursos que o estado deixou de arrecadar. O que possibilitaria a industrialização da matéria prima extraída aqui no Pará, gerando empregos e ajudando no crescimento do estado.

A aposentadoria é um momento ímpar de retomar sonhos, iniciar projetos, buscar novas formas de ser feliz! Para muitas pessoas o trabalho está relacionado à identidade e usufruir da aposentadoria requer preparação e busca de novos interesses, ainda mais para quem deseja uma mudança no estilo de vida.

Pensando nisso, a 1ª Delegacia Sindical de Campo Grande lançou durante a primeira edição do Chá & Prosa, o projeto “Aposentei... e agora?” que tem por objetivo incentivar os colegas aposentados a manter-se ativos por meio de novas atividades e habilidades.

O Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do RS esteve lotado na noite desta terça-feira (7) para premiar os melhores projetos públicos dos municípios gaúchos inscritos na 16ª edição do Prêmio Gestor Público (PGP). O PGP é promovido, desde 2002, pela categoria dos auditores-fiscais da Receita Estadual do RS, através do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Tributária do RS (Sindifisco-RS) e da Associação dos Fiscais de Tributos Estaduais do RS (Afisvec).

A medida provisória (MP) que eleva para 14% a alíquota previdenciária de servidores federais enfrenta forte resistência do funcionalismo

Brasília – A medida provisória (MP) que eleva para 14% a alíquota previdenciária de servidores federais enfrenta forte resistência do funcionalismo, que já iniciou campanha pela derrota da medida. No Congresso, a categoria tem hoje forte poder de pressão.

Esse grupo pode crescer com o reforço de alguns governadores que também devem se opor à elevação, avalia o presidente do Comitê de Secretários de Fazenda dos Estados, André Horta, que atua pelo Rio Grande do Norte.

Está em jogo o desgaste político de uma medida impopular. “Tem Estado que quer, porque melhora o caixa. E tem Estado que não quer aplicar (o aumento da alíquota). Vai dar um bocado de trabalho e de discussão”, diz Horta.

Publicado em Na Mídia
Sexta, 10 Novembro 2017 09:58

Os muito ricos sonegam sem culpa

Novo vazamento sobre “paraísos fiscais” demonstra: para não pagar impostos, transnacionais e milionários escondem-se nos mesmos circuitos financeiros usados pelos corruptos e redes criminosas

A maioria das pessoas não compreende as complexidades do sistema de aplicações offshore. Elas não têm necessidade – porque não têm dinheiro suficiente para considerar os esquemas e arranjos que são oferecidos nos paraísos fiscais. O mundo “ordinário” e o mundo “offshore” vêm coexistindo há décadas, separados pelo sigilo que se mantém como uma das mais importantes atrações do setor. Esse sigilo – e fiscalização frouxa – lhe tem servido muito bem.

Publicado em Na Mídia

Auditores fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda estiveram em Criciúma-SC nessa quarta-feira, dia 8, para verificar o cumprimento das obrigações tributárias em 80 varejistas do município. O trabalho foi conduzido pelo Grupo Especialista Setorial de Automação Comercial (Gesac).

Entre outras competências, o Gesac é o responsável por definir as políticas de controle do comércio varejista, incluindo a regulação do uso de documentos fiscais eletrônicos, de equipamentos Emissores de Cupom Fiscal (ECF) e dos Programas Aplicativos Fiscais (PAF-ECF).

Publicado em Na Mídia

‘Penduricalhos’ agregados à remuneração de magistrados estão atualmente livres de Imposto de Renda

A Receita Federal mira o Poder Judiciário e prepara uma operação para cobrar Imposto de Renda de magistrados que, na avaliação dos auditores, incorporaram ao salário uma série de benefícios. Popularmente, eles são chamados de “penduricalhos” e são livres de Imposto de Renda. O auxílio-moradia é considerado um dos mais relevantes pela Receita.

Atualmente, esse auxílio custa cerca de R$ 1 bilhão por ano para os cofres públicos em todo o país e é um dos motivos que fazem os rendimentos no Judiciário ultrapassarem o teto salarial do funcionalismo. O limite a ser pago equivale ao salário dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), R$ 33,7 mil.

Publicado em Na Mídia

O governo decidiu levar a reforma da Previdência a votação ainda neste mês, expurgada de seus pontos mais polêmicos.

Deverão ser analisadas somente idade mínima (65 anos para homens e 62 anos para mulheres) e equiparação das regras entre servidores públicos e da iniciativa privada.

Além disso, o tempo mínimo de contribuição deverá cair dos 25 anos propostos para 15 anos.

Publicado em Na Mídia

O VII Encontro Nacional de Aposentados, Aposentandos e Pensionistas do Fisco Estadual e Distrital - Enape, promoveu na quinta-feira (9),  em Foz do Iguaçu, palestra sobre “Os cinco pilares para uma longevidade saudável”, para discutir assuntos ligados à qualidade de vida.

Publicado em Notícias Fenafisco

Planejar o futuro significa estar preparado para as oportunidades e adversidades. Diante disso, o ciclo de palestras do VII Enape, trouxe ao debate, no painel III (Gestão Pessoal de Finanças na Aposentadoria) o planejamento financeiro como estratégia para equilibrar o orçamento pessoal, gerar reservas e realizar sonhos.

Publicado em Notícias Fenafisco
Página 1 de 2