Itens filtrados por data: Domingo, 26 Novembro 2017

Os filiados ao Sindifisco-PB se reuniram, na última quarta-feira (22), em Assembleia Geral Extraordinária, oportunidade em que deliberaram pela continuação do movimento “Quartas da Indignação”, devendo serem adotadas novas ações reivindicatórias, com objetivo de fortalecer ainda mais a mobilização do Fisco Estadual.

Os motoristas que entraram no Rio Grande do Norte pela BR 101, divisa com o Estado na Paraíba, nesta quinta-feira (23), foram surpreendidos com uma fiscalização conjunta do Fisco Estadual, com as Polícias Rodoviária Federal e Militar. A blitz foi montada no antigo posto fiscal de Caraú e o objetivo foi fiscalizar a entrada de cargas e mercadorias sem nota fiscal, numa ação de combate à sonegação fiscal.

Segundo pesquisa realizada pela Ideia Big Data, 76,9% dos brasileiros acreditam que os pobres pagam mais impostos do que os ricos. De acordo com dados do Sonegômetro, a cada minuto, R$ 1 milhão em impostos é sonegado. Já a pesquisa da Oxfam, os brasileiros mais ricos pagam menos impostos do que os 10% mais pobres. 

Os empresários reclamam que a carga tributária é alta, a população rebate que os impostos arrecadados não são distribuídos em benefício do povo, alguns políticos defendem uma redistribuição das cobranças. Outros querem mais recursos para os Estados e municípios, e há quem defenda uma cobrança maior sobre os mais ricos e outros querem simplesmente pagar menos tributos. A verdade é que a insatisfação existe em todos os setores. Por isso o debate sobre a Reforma Tributária tem ganhado força.

Os dados foram divulgados pelo órgão nesta sexta-feira (24).

Excluídos os recursos com a repatriação, que inflaram os dados de 2016, e as receitas com o Refis e com o aumento do imposto sobre combustíveis, que entraram no mês passado, a arrecadação administrada pela Receita Federal em outubro cresceu 4,2%.

Os dados foram divulgados pelo órgão nesta sexta-feira (24).

Em outubro de 2016, a repatriação de recursos ilegais no exterior rendeu R$ 46,8 bilhões. No mês passado, as receitas com o Refis totalizaram R$ 7 bilhões, e a arrecadação extraordinária decorrente de alta no PIS/Cofins de combustíveis somou R$ 2,7 bilhões.

Publicado em Na Mídia

O Refis foi instituído pela Lei 5.071 sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja e publicada no O Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 6 de outubro

Há pouco mais de três semanas para o fim do prazo de adesão ao Refis, o Programa de Regularização Fiscal de Mato Grosso do Sul, a arrecadação chegou a R$ 44 milhões até a última segunda-feira (20) e a expectativa é de que a meta seja atingida. “Temos a previsão de arrecadar 100 milhões de reais, e temos mais de 15 dias até a data final de 15 de dezembro, e a gente sabe que muitas pessoas deixam para o prazo final”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja ao participar de lançamento e entrega de obras em Dourados na última sexta-feira (24).

Publicado em Na Mídia

Diante da dificuldade do governo em aprovar mudanças nas regras da aposentadoria, deputados e senadores autorizaram, na noite desta quarta-feira (22), a abertura de crédito de R$ 99,3 milhões para publicidade da Presidência da República com a reforma da Previdência. O projeto de lei foi aprovado durante sessão do Congresso Nacional.

Publicado em Na Mídia

Com o objetivo de aprovar a reforma, governo retirou parte das propostas, mas PEC só seguirá para o Senado se tiver o apoio mínimo de 308 deputados. Ainda não há consenso entre partidos.

Mesmo depois de o governo ter apresentado uma proposta enxuta para a reforma da Previdência, líderes partidários ouvidos pelo G1avaliam que será difícil aprovar a proposta ainda neste ano.

Para esses líderes, apesar das mudanças, a reforma continua polêmica e, por isso, não há consenso sobre o projeto a ser aprovado.

O relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA), admite que, para se obter os 308 votos necessários para a aprovação, será necessário um "trabalho árduo".

Publicado em Na Mídia