Notícias Fenafisco

Os Auditores Fiscais do RN se reuniram desde às 9 horas da manhã de sexta (28), na sede do sindicato, numa mobilização contra a Reforma Previdenciária do Governo Federal e os atrasos salariais do Governo do Estado. A categoria realiza Assembleia Geral, com participação de várias autoridades políticas, religiosas, sindicais e da sociedade civil organizada.

Na sexta-feira, 28, Auditores Fiscais participaram da manifestação contra as Reformas da Previdência e Trabalhista em Porto Velho. Mais de cinco mil trabalhadores de diversos seguimentos do serviço público e da iniciativa privada aderiram ao movimento, dentre eles os filiados ao Sindicato dos Auditores Fiscais de Tributos de Rondônia (SINDAFISCO).

O Brasil parou nesta sexta-feira (28). Em todo o país, várias categorias se manifestaram contra algumas medidas do Governo Federal que tramitam no Congresso Nacional. Em todo o Paraná, os servidores do Fisco Estadual paralisaram suas atividades, em protesto contra a Reforma da Previdência, que afetará mais de 100 milhões de brasileiros em todo país.

Após intensa mobilização da Diretoria Executiva, diversos Fiscais Tributários participaram na manhã desta sexta-feira (28.04) do ato nacional contra as reformas trabalhista e previdenciária. Cerca de 70 mil pessoas percorreram o Centro de Campo Grande em adesão à Greve Geral.

No debate sobre a austeridade, o combate à sonegação – que, no Brasil, passa de R$ 400 bilhões ao ano – é alternativa pouco lembrada

 Em tempos de crescente desigualdade social, desemprego, rebaixamento dos salários, corte nos benefícios sociais e precarização dos serviços públicos, é imperioso frisar que há uma alternativa para a agenda de austeridade imposta pelo governo. Repetir o mantra "não há alternativa", ou, em inglês, "there is no alternative", também é, por seu turno, uma escolha.

Publicado em Na Mídia
Terça, 02 Maio 2017 12:06

MA: SINTAF na luta contra PEC 287

Lutar por ideais e sair em defesa do trabalhador. Esses foram um dos objetivos da greve geral, ocorrida na última sexta-feira, 28 de abril, quando diversas categorias de trabalhadores paralisaram suas atividades em todo o Brasil para protestar contra a reforma trabalhista e previdenciária.

Atividade começa às 9h, no Sindicato

Retomando o calendário mensal de atividades com os aposentados e pensionistas, o Sindsefaz realiza o encontro do segmento, na quinta, dia 4 de maio, a partir das 9h, na sede da entidade, na Pituba, em Salvador.

Os fazendários cearenses deram mais uma demonstração de união e disposição de luta ao paralisarem 100% dos postos fiscais e células de execução tributária da capital e do interior do Estado, além de 80% das unidades localizadas nas quatro sedes da Secretaria da Fazenda. Em solidariedade a toda a classe trabalhadora, os servidores aderiram à greve geral convocada pelas centrais sindicais para esta sexta-feira, dia 28 de abril.

Dois dias após Greve Geral, centrais sindicais voltam a ocupar as ruas no Dia do Trabalhador

Dois dias após a greve geral que mobilizou quase 40 milhões de pessoas em todo o país, movimentos populares e centrais sindicais voltaram a ocupar as ruas nesta segunda-feira (1). A data marca o Dia Internacional das Trabalhadoras e dos Trabalhadores

Publicado em Na Mídia

Planalto toma cargo de deputados que resistem a aprovar reforma da Previdência ou que votaram contra mudança na legislação trabalhista. Senadores aliados vão tentar levar para o plenário, em regime de urgência, a reforma trabalhista

Ainda sem os 308 votos necessários para aprovar em plenário a reforma da Previdência na Câmara, o governo se articula para votar a proposta de emenda à Constituição (PEC 287/16) na comissão especial até a próxima quinta-feira (4). Mas, para evitar uma derrota e garantir votos, já admite até retardar a votação da PEC por alguns dias. A ideia é evitar pressão de deputados por mudanças no relatório de Arthur Oliveira Maia (PPS-BA)

Publicado em Na Mídia
Página 1 de 2