Notícias Fenafisco

A Fenafisco realizará no período de 09 a 11 de agosto  a 183ª Reunião Extraordinária do Conselho Deliberativo, em Gramado - Rio Grande do Sul. O encontro será no Hotel Serra Azul, a partir das 9 horas.

Na pauta serão tratados assuntos referentes a PEC 186/2007; Greve geral (30/06); sigilo fiscal; Lei kandir; reformas; filiações; entre outros.

Publicado em Agenda Fenafisco

Texto está pronto para entrar na pauta de votação do Plenário da Câmara. A oposição, no entanto, considera que não haverá votos suficientes para aprová-lo

A reforma da Previdência depende de articulações para avançar no Plenário da Câmara dos Deputados. Os governistas querem aprovar a proposta de emenda à Constituição (PEC) 287/16 até setembro, mas a oposição duvida que existam 308 votos favoráveis à reforma em dois turnos de votação no Plenário.

Publicado em Na Mídia

Começa hoje a 183ª Reunião do Conselho Deliberativo (CD) da Fenafisco, em Gramado-RS. O encontro segue nos dias  10 e 11, nas instalações do Hotel Serra Azul,  para deliberar os rumos que serão adotados para o trabalho no segundo semestre de 2017, concernentes aos temas de interesse da federação e dos seus filiados.

Publicado em Notícias Fenafisco
Quarta, 09 Agosto 2017 10:47

Debate PL 221/98 em Gramado-RS

A Fenafisco promove em Gramado-RS no dia 09 de agosto de 2017, uma reunião para estabelecer o fechamento do relatório sobre o PL 221/1998- Altera a Lei Kandir (mensuração de perdas dos estados com a desoneração do ICMS nas exportações de produtos primários e semi-elaborados), para apresentação na 183ª Reunião do Conselho Deliberativo, no dia 10 de agosto de 2017 às 15 horas.

Convocamos os representantes do: SINFRERJ-RJ, SINDIFISCO/SC, SINDIFISCO/PE, SINDIFISCO/PA, SINAFITE/DF, SINDIFISCO/MT, SINDIFISCO/MS e FENAFISCO.

Para mais informações, faça o download do material em anexo.

Publicado em Agenda Fenafisco

Os presidentes do Sindifisco-RS, Celso Malhani, e da Fenafisco, Charles Alcântara, acompanhados da diretora Jurídica da Federação, Gabriela Vitorino, estiveram reunidos com o senador Lasier Martins (PSD) no dia 7 de agosto, no escritório do parlamentar em Porto Alegre, para discutir o Projeto de Lei do Senado (PLS) 116/2017, que regulamenta demissões de servidores públicos.

A votação da reforma política pela Câmara dos Deputados deverá ser concluída até o final deste mês, na previsão do presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). Ele defendeu a aprovação de um sistema eleitoral mais barato e mais próximo ao eleitor. “A gente vai avançar na reforma política. Ela é uma das reformas que colaboram com as mudanças que o Brasil precisa. Vamos avançar sim. Podem ter certeza que a Câmara terá a reforma política aprovada em agosto”.

Publicado em Na Mídia

Foi lançado o edital do 1º Concurso de Artigos Científicos do Sindicato dos Fazendários do Ceará (Sintaf), que será organizado pela Fundação Sintaf. Poderão participar do certame, fazendários e estudantes de graduação de instituições sediadas no estado do Ceará.

Para professor da Unicamp, Brasil precisa evitar caminho semelhante ao do México. Segundo ele, "campo progressista ganhou guerra da comunicação" e governo não conseguirá aprovar texto como queria

Ao comentar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, com a qual o governo Michel Temer pretende “reformar” a Previdência Social no país, o professor Eduardo Fagnani, do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), faz um alerta. “Temos que lutar para evitar a barbárie. Não queremos que o Brasil se transforme num México (onde o neoliberalismo é hegemônico e a pobreza atinge cerca de 45% da população)."

Publicado em Na Mídia

A imprensa capixaba noticiou hoje (08) mais uma operação que investiga fraude de R$ 60 milhões no comércio de café em nosso Estado. A “Operação Torrefação”, como foi batizada, é um desdobramento da “Operação Café Frio”, que no mês de junho identificou empresas capixabas acusadas de sonegar R$ 100 milhões.

Fim do Reintegra e cobrança de IR sobre lucros e dividendos são cogitados

O recuo do Palácio do Planalto em relação ao aumento do Imposto de Renda (IR) para pessoas físicas tornou ainda mais difícil a tarefa da equipe econômica de fechar as contas do ano que vem. Os técnicos já detectaram que, sem medidas extras de cortes de gastos e de elevação de receitas, será impossível atingir a meta fiscal de 2018, de déficit primário de R$ 129 bilhões. O quadro também é difícil para 2017 e é grande a probabilidade de que o compromisso deste ano, de déficit de R$ 139 bilhões, também não seja atingido.

Publicado em Na Mídia
Página 1 de 2