Notícias Fenafisco

Com 55,13% dos votos válidos, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) ganhou em 15 estados e no Distrito Federal. O oponente, o candidato do PT, Fernando Haddad, liderou em 11 estados.

Publicado em Na Mídia

Nas três carreiras mais procuradas do país, renda de homens é até 23% maior

Apesar de estarem cada vez mais inseridas no mercado de trabalho e serem maioria no ensino superior, as mulheres ganham menos nas três carreiras que mais formam e melhor pagam no país: direito, medicina e engenharia civil. Isso reflete tanto o fato de as mulheres acumularem trabalho e tarefas domésticas quanto diferenças na regulamentação salarial dessas carreiras, apontam especialistas.

Publicado em Na Mídia

Indicado por Bolsonaro como ministro afirma ainda que é "factível" zerar déficit do governo já em 2019

Anunciado ministro da Economia por Jair Bolsonaro (PSL), Paulo Guedes afirmou na noite deste domingo (28) que é "factível" zerar o deficit já no primeiro ano de governo.

Publicado em Na Mídia
Segunda, 29 Outubro 2018 09:37

Hora de enfrentar os desafios do Brasil real

Chefe de Estado a partir de janeiro de 2019 pela vontade das urnas, Jair Bolsonaro (PSL) tem pela frente a tarefa difícil de encontrar soluções para os graves problemas da economia, como o desemprego e o rombo nas contas públicas

O futuro presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), vai ter que lidar de frente com, pelo menos, 10 grandes problemas na economia, se quiser fazer um bom governo. Economistas ouvidos pelo Correio são unânimes em afirmar que, sem resolver a questão fiscal para frear o forte crescimento da dívida pública, não será possível solucionar os demais desafios, que estão interligados.

Publicado em Na Mídia

"O terceiro foco é uma reforma do Estado, são os gastos com a máquina pública. Nós vamos ter que reduzir privilégios e desperdícios", disse Guedes

Publicado em Na Mídia

Parlamentares ligados ao funcionalismo passam de 35 para 70, o que pode dificultar mudança de regras

Publicado em Na Mídia

Economista e futuro ministro da Fazenda do presidente eleito afirmou que foco será no controle de gastos públicos. Bolsonaro foi eleito neste domingo com 55% dos votos válidos.

Publicado em Na Mídia