Notícias Fenafisco

Por ocasião das eleições 2018, durante os meses de agosto e setembro, dirigentes da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital – Fenafisco vão percorrer os estados da federação e o Distrito Federal para promover o projeto de participação política delineado pelos sindicatos filiados.

Os encontros visam reforçar a necessidade de ampliar o engajamento dos servidores públicos no processo político, apoiando candidatos comprometidos com a valorização da Administração Tributária, fortalecimento do serviço público e manutenção e aprimoramento do Estado Social e Democrático de Direito, consagrado pela Constituição de 1988.

18/9 - Sindicato da Carreira de Auditoria Tributária do Distrito Federal | SINAFITE

Publicado em Agenda Fenafisco

O teto de gastos na administração pública pode preservar recursos para setores considerados fundamentais para a população. Uma proposta de emenda à Constituição (PEC) com este objetivo foi apresentada esta semana. De acordo com o texto, ficam de fora do teto de gastos as áreas de saúde, educação, segurança pública, saneamento, ciência e tecnologia, assistência social e gestão ambiental. A matéria só poderá ser analisada pelos senadores após o fim da intervenção federal no estado do Rio de Janeiro.

Publicado em Na Mídia

Estudo mostra que País perde R$ 480 bi em arrecadação por ano por causa da sonegação fiscal; ideia é punir mesmo após dívida ser saldada

BRASÍLIA - Na esteira da reforma tributária, um projeto em tramitação no Senado que acaba com a impunidade criminal de sonegadores de impostos que quitam seus débitos deve ganhar força no Congresso.

Publicado em Na Mídia
Terça, 18 Setembro 2018 10:20

VIII Seminário do Fisco Paranaense

O Sindafep-PR realiza nos dias 18 e 19 de setembro o VIII Encontro do Fisco Paranaense, com o tema Reforma Tributária Solidária: crescimento econômico com justiça fiscal. Contará com a participação do presidente da Fenafisco, Charles Alcantara.

Publicado em Agenda Fenafisco

Valdete Souto Severo enumera uma série de problemas trazidos pela nova CLT

O contrato intermitente não engrenou. É o que mostram os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho divulgados nesta semana. No primeiro semestre, apenas 3,4 mil postos intermitentes foram gerados. Números distantes do estimado pelo governo. 

Publicado em Na Mídia

Segundo Souto Maior, lei é uma "expressão da maldade", com o real propósito de "deixar de joelhos a classe trabalhadora", embora tenha sido apresentada como modelo de modernização

São Paulo – Em cerimônia programada para as 17h desta segunda-feira (17), o juiz Jorge Luiz Souto Maior tomará posse como desembargador no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região, em Campinas, interior paulista. Juiz do Trabalho desde 1993 e professor livre-docente na Universidade de São Paulo (USP), ele também é um dos principais críticos da Lei 13.467, a "reforma" trabalhista, ainda desde a tramitação do projeto no Congresso. No programa Roda Viva, da TV Cultura, por exemplo, foi talvez o único a confrontar, com argumentos, o relator do texto, deputado Rogerio Marinho (PSDB-RN), que desfigurou a proposta original.

Publicado em Na Mídia

Assessores econômicos responderam sobre idade mínima, homens e mulheres, servidores e regime geral; G1 publica série sobre propostas das campanhas para a economia.

No começo do ano, o governo Temer desistiu da reforma da Previdência que havia apresentado ao Congresso, deixando o assunto pendente para o próximo presidente. O G1 ouviu as opiniões dos assessores econômicos dos candidatos à presidência sobre esse tema (veja mais abaixo).

Publicado em Na Mídia

O candidato à Presidência Fernando Haddad (PT) defendeu fazer uma reforma da Previdência no País, mas disse que detalhes como idade mínima e alíquota de contribuição terão de ser discutidos em uma "mesa de negociação" após o início de um eventual governo.

"Não tem tabu de discutir todas as variáveis, mas tem que sentar e negociar. Tem várias partes envolvidas", declarou Haddad, durante sabatina promovida por Folha de S.Paulo, UOL e SBT na capital paulista.

Publicado em Na Mídia

A adoção do Imposto sobre Valor Agregado deve simplificar o regime tributário atual, que desonera as famílias de menor renda em maior grau

No Brasil, o sistema tributário é alvo de críticas constantes, de todos os setores da sociedade, e sua reforma vem sendo discutida há pelo menos 15 anos. Hoje, tramita na Câmara a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 293/04, de autoria do deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), que propõe, dentre outras medidas de ajuste fiscal, a criação do IVA (Imposto sobre Valor Agregado).

Publicado em Na Mídia