Quarta, 02 Outubro 2019

O Senado Federal reduziu em R$ 133,2 bilhões o impacto da reforma da Previdência no primeiro turno de votação da proposta. A desidratação inesperada deflagrou uma megaoperação no governo para evitar perdas ainda maiores, numa força-tarefa que mira agora o segundo turno para manter a potência fiscal de R$ 800,3 bilhões.

Publicado em Na Mídia

“Acaba saindo um pouco do calendário da primeira quinzena de outubro, passando para a próxima semana”, afirmou Alcolumbre.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), admitiu que a votação em 2º turno da reforma da Previdência, prevista para 10 de outubro, pode atrasar mais uma vez.

Publicado em Na Mídia

Na votação, houve críticas até de parlamentares da base. Pacto federativo e cessão onerosa são alvos

BRASÍLIA - A derrota do governo na votação dos destaques da reforma da Previdência no Senado na terça-feira, que custará R$ 76,4 bilhões em dez anos aos cofres públicos, foi um duro recado ao Palácio do Planalto.

Publicado em Na Mídia
Página 3 de 3