Notícias Fenafisco

Nas redes sociais, o presidente argumentou que é a partir da PEC encaminhada ao Congresso que o país terá condições de estabilizar as contas públicas

Publicado em Na Mídia

Insatisfeitos com a decisão do governo de deixar para depois o projeto que mexe nas regras de aposentadoria dos militares, os parlamentares atuam para colocar em banho-maria a formação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), primeira parada da reforma da Previdência e um dos colegiados mais importantes da Câmara dos Deputados.

Publicado em Na Mídia

O Governo do Estado deve endurecer o monitoramento de empresas de Mato Grosso. A medida é necessária, segundo o secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, para incrementar a receita do estado.

Isso será feito com o monitoramento  dos 700 maiores contribuintes. Além dessa medida, o Governo anunciou também o fortalecimento da fiscalização de trânsito e das fronteiras. “Acreditamos que até o mês de junho o pagamento dos salários dos servidores poderá ser normalizado”, declarou Gallo.

Publicado em Na Mídia

Para especialistas, vale a lei que estiver em vigor na hora em que o contribuinte morre

Publicado em Na Mídia

Número equivale ao dobro do mesmo dia do ano passado

 

No primeiro dia de entrega, o volume de declarações de Imposto de Renda (IR) enviadas à Receita Federal equivaleu a quase o dobro do registrado no mesmo período do ano passado. Até as 17h de hoje (7), a Receita Federal recebeu 490.347 documentos, 98% a mais que os 247,5 mil registrados até o mesmo horário na estreia da entrega em 2018.Segundo o Fisco, a diferença deve-se aos contribuintes que preencheram as declarações durante o carnaval e enviaram o documento nas horas iniciais de declaração. Tradicionalmente, o prazo de entrega das declarações começa em 1º de março, mas neste ano o Fisco só começou a receber as declarações hoje por causa do feriado prolongado dos últimos dias.

Publicado em Na Mídia

O presidente da República Jair Bolsonaro afirmou durante transmissão ao vivo no Facebook, nesta quinta-feira (7), que a reforma da Previdência vai combater privilégios e desigualdades.

“O parlamentar vai se aposentar com o teto do INSS [Instituto Nacional do Seguro Social], em torno de R$ 5.000”, disse. “Os militares também estarão sujeitos às novas regras, respeitando suas especificidades.”

Publicado em Na Mídia

Segundo o MPE, a sonegação de impostos ocorreu no ano de 2003 através do uso de notas fiscais ‘frias’.

Publicado em Na Mídia

Líder do PSL cobra inclusão dos militares na proposta que mexe nas aposentadorias

Rio - Enquanto não apresentar proposta para incluir os militares na Reforma da Previdência, o presidente Jair Bolsonaro não terá apoio nem do seu próprio partido, o PSL. Ontem, o líder da legenda na Câmara, Delegado Waldir (GO), afirmou que a PEC 6, que trata das mudanças nas regras, não andará na Casa antes de o governo encaminhar uma proposta que mexa nas aposentadorias dos militares. Mesmo com a instalação da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) na próxima semana, os líderes partidários não vão indicar os membros do colegiado até que Bolsonaro envie um projeto para os militares ao Congresso, destacou o parlamentar da base governista.

Publicado em Na Mídia

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), voltou a defender a reforma da Previdência no Twitter e afirmou que a mudança nas aposentadorias viabilizará uma rígida reforma tributária.

Publicado em Na Mídia

A austeridade favorece o populismo

É um ataque aos direitos das mulheres

Publicado em Na Mídia
Página 1 de 2