Notícias Fenafisco

O diretor da Fenafisco, Francelino Valença, participou de reunião junto à Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), em Brasília, para discutir o texto da PEC 6/2019, que trata da reforma previdenciária, em tramitação no Congresso Nacional, ocasião em que foi recebido pelo presidente da entidade, José Lopes e pelo assessor parlamentar, Bolivar Brambila.

Durante o encontro, Valença criticou a falta de transparência da proposta e ausência de debates, por parte do governo, com jovens, estudantes e trabalhadores do setor público e privado para esclarecer pontos da Nova Previdência.

- A Fenafisco defende alternativas com foco no aumento da receita e não da retirada de direitos que devem ser considerados antes de penalizar as pessoas de baixa renda”. afirmou.

O auditor fiscal disse que as mudanças propostas pelo governo irão aprofundar a desigualdade no Brasil. “Cerca de 75% da economia prometida pela “Nova Previdência viria da retirada de direitos dos beneficiários do INSS, de quem ganha até três salários mínimos. Serão 35 milhões de brasileiros pobres atingidos diretamente pela PEC 06/2019”, disse.

Ao longo da reunião Francelino apresentou o projeto Reforma Tributária Solidária, como alternativa à PEC 6/2019 e explicou como as modificações no sistema tributário nacional seriam suficientes para resgatar o país da crise.

- “Uma das premissas da Reforma Tributária Solidária é realizar modificações no Imposto de Renda, que elevaria a tributação para apenas 2,73% dos declarantes, ou seja, cerca de 750 mil contribuintes. Desses, 1,42%, 390 mil pessoas, recebem entre 40 e 60 salários mínimos, que seriam onerados com a alíquota de 35%; além de 1,31%, 360 mil contribuintes, que recebem entre 60 e 320 salários mínimos mensais”, disse.

Na oportunidade, José Lopes convidou a Fenafisco para apresentar os pontos nocivos da reforma previdenciária para os caminhoneiros, em data a definir e assumiu o compromisso de discutir a pauta junto à categoria, para possivelmente abraçar a luta contra a PEC 6/2019.

Publicado em Notícias Fenafisco

O presidente da Fenafisco, Charles Alcantara, estará em João Pessoa-PB, no dia 24 de maio de 2019, sexta-feira, para participar de um debate, onde será apresentado aos participantes o projeto da Anfip/Fenafisco "Reforma Tributária Solidária". A reunião será na sede do PT/PB, e iniciará às 19h.

Publicado em Agenda Fenafisco

A Câmara dos Deputados concluiu nesta quinta-feira a votação da Medida Provisória 870, que reformula a estrutura do governo federal e reduz o número de ministérios, após um acordo para retirar do texto um trecho que delimitaria a atuação de auditores da Receita Federal.

Publicado em Na Mídia

Proposta segue para Câmara; país deve conceder R$ 303,5 bilhões em incentivos em 2019

Publicado em Na Mídia

Técnico do Fisco confirma que projeto, anunciado por Bolsonaro, está em estudo pelo órgão

Publicado em Na Mídia

Medida permitiria atualizar o valor da propriedade na declaração do Imposto de Renda, o que reduziria a mordida do Leão na hora de se desfazer do bem. Técnicos, no entanto, não detalham como ideia seria posta em prática

Publicado em Na Mídia

Em entrevista à revista 'Veja', ministro diz que reforma pouco robusta será só 'remendo' e alertou que o Brasil pode quebrar já em 2020

Publicado em Na Mídia

Deputados retiraram do texto proibição para os auditores-fiscais da Receita Federal compartilharem com outros órgãos indícios de crimes que não sejam tributários. A medida será analisada novamente por meio de projeto de lei

Publicado em Na Mídia

Servidores do Executivo, Legislativo e Judiciário se reuniram com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, para cobrar aprovação da data-base (reajuste salarial anual) dos funcionalismo federal (RE 565089).

Publicado em Na Mídia

Uma das duas empresas que deve assinar a leniência já fez um acordo com outro órgão público, segundo o ministro Wagner Rosário

Publicado em Na Mídia
Página 1 de 2