Itens filtrados por data: Abril 2019

O deputado afirmou estranhar a fala do presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira, 20, quando disse que o governo enviará ao Congresso outra proposta

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, Felipe Francischini (PSL-PR), afirmou nesta segunda-feira que o colegiado deverá votar o projeto de lei que trata da reforma tributária nesta quarta-feira, 22. O deputado, no entanto, disse estranhar a fala do presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira, 20, quando afirmou que o governo enviará ao Congresso outra proposta com o mesmo tema assim que a reforma da Previdência for aprovada. 

Publicado em Na Mídia

Meta é economizar R$ 1 tri em 10 anos

Moreira reuniu-se com Paulo Guedes

Publicado em Na Mídia

A desaceleração acontecerá "apesar das condições financeiras favoráveis" por conta da incerteza em torno da reforma da Previdência, segundo a organização

Publicado em Na Mídia

O presidente da comissão especial da reforma da Previdência, Marcelo Ramos (PR-AM), elevou o tom das criticas ao presidente Jair Bolsonaro.

Publicado em Na Mídia

Auditores fiscais da Receita Federal de todo o país preparam para esta terça-feira (21) um protesto contra a limitação da atuação da categoria imposta pelo "jabuti" enxertado na Medida Provisória 870, da reforma administrativa.

Publicado em Na Mídia

Peças publicitárias têm como objetivo esclarecer dúvidas da população sobre as alterações nas regras de aposentadoria

O governo Jair Bolsonaro vai gastar R$ 37 milhões na nova campanha da reforma da Previdência.

As peças publicitárias estão sendo produzidas pela agência de publicidade Artplan, sob o slogan "Nova Previdência. Pode perguntar".

Publicado em Na Mídia

O presidente Jair Bolsonaro lançou nesta 2ª feira (20.mai.2019) a 2ª fase da campanha publicitária sobre a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) da reforma da Previdência.

Publicado em Na Mídia

Presidente muda o tom e diz contar com o parlamento para aprovar a PEC da Previdência. Relator afirma que governo está aberto a alterações no texto

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o texto do governo que modifica as regras das aposentadorias, mas afirmou que “se a Câmara e o Senado têm propostas melhores do que a nossa, que ponham em votação”. “O que precisamos agora é da reforma da Previdência”, afirmou, sendo aplaudido pela plateia na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

Publicado em Na Mídia

O senador Paulo Paim (PT-RS) defendeu em Plenário, nesta segunda-feira (20), a urgência de uma reforma tributária para que o Brasil volte a ter perspectivas de crescimento e desenvolvimento.

Publicado em Na Mídia

Ministro da Economia também vai se encontrar com Bolsonaro para tratar do assunto; grupo de parlamentares quer enviar texto substitutivo para que o projeto tenho o 'DNA da Câmara'

BRASÍLIA - O ministro da Economia, Paulo Guedes, recebe na tarde desta segunda-feira, 20, o relator da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara, Samuel Moreira (PSDB-SP). É o primeiro encontro do relator com a equipe econômica depois que parlamentares indicaram que querem elaborar um texto alternativo à proposta encaminhada pelo governo de Jair Bolsonaro. A reunião está marcada para as 14 horas e terá a presença de secretários e assessores de Guedes. 

Moreira disse neste domingo, 19, que pretende apresentar o relatório final da reforma em 15 dias, após a conclusão das audiências públicas sobre o tema. A previsão foi dada por ele ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ao secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, em encontro na residência oficial da Presidência da Câmara.

Eles se reuniram por cerca de duas horas na manhã do domingo. O objetivo inicial era tratar dos ajustes no texto, mas também serviu para que Maia sinalizasse ao governo que irá encampar a proposta final do relator.

Na última sexta-feira, o presidente da comissão especial da reforma na Câmara, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), disse que um grupo de deputados decidiu que o projeto de reforma da Previdência terá a marca do Parlamento e não a do Executivo. A ideia, segundo ele, é apresentar um texto alternativo ao enviado pelo governo, de forma a garantir que o projeto tenha o "DNA da Câmara", sem, no entanto, mudar os prazos de tramitação da matéria.

No Palácio do Planalto, a Previdência também será assunto de audiências de Bolsonaro nesta segunda-feira. Às 17h, uma reunião servirá para apresentar ao presidente a 2ª Fase da Campanha Publicitária da Nova Previdência. Às 18h, Bolsonaro recebe o ministro Paulo Guedes.

Fonte: Estadão

Publicado em Na Mídia