Itens filtrados por data: Segunda, 24 Junho 2019

Secretário do Tesouro Nacional afirmou que taxa de investimento deve continuar em 0,5% do PIB, mesmo com economia prevista com a reforma

Publicado em Na Mídia

Senador ressaltou que aprovação da reforma não será resultado da articulação política do governo, mas do consenso de que medida é necessária

Publicado em Na Mídia

BRASÍLIA — O secretário especial de Presidência Social do Ministério da Economia, Rogério Marinho, admitiu a possibilidade de os estados e os municípios serem incluídos na reforma previdenciária em uma emenda a ser apresentada ainda na comissão especial encarregada de analisar o tema no Congresso. Segundo Marinho, a adição desses entes da federação é fruto de um entendimento político com parlamentares da bancada do Nordeste, que votariam a favor da proposta.

Publicado em Na Mídia

Convocamos os Sindicatos Filiados para Trabalho Parlamentar, com foco na Reforma da Previdência, a realizar-se
na Câmara dos Deputados, nos dias 25 e 26 de junho de 2019.

Publicado em Agenda Fenafisco

Se o texto for aprovado da forma como está, a Reforma da Previdência vai trazer efeitos negativos para a categoria, segundo o sindicato.

Em assembleia realizada no dia 14 deste mês, os policiais civis de Mato Grosso aprovaram uma paralisação para esta terça-feira (25) em manifestação contra a Reforma da Previdência, em tramitação no Congresso Nacional.

Publicado em Na Mídia

 

Discutirão parecer do relator

Há 77 deputados inscritos

20 destaques serão analisados

Publicado em Na Mídia

O relator da reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), fez uma alteração na regra de acúmulo de benefíciosproposta pelo governo que beneficiará quem ganha mais ou tem mais filhos. Isso porque a mudança inclui uma faixa salarial mais alta no cálculo.

Publicado em Na Mídia

Alterações serão anunciadas pelo porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, nesta semana

Publicado em Na Mídia

Senador, presidente do Congresso, ressaltou que a aprovação da reforma não será resultado da articulação política do governo, mas do consenso de que a medida é necessária para a retomada do crescimento econômico

BRASÍLIA - O presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), calcula que os votos para aprovar a reforma da Previdência estão garantidos na Câmara e no Senado e que o processo todo deve ser concluído após o recesso parlamentar. A expectativa é que a Câmara finalize a sua parte antes das férias de julho, que começam dia 18.

Publicado em Na Mídia

Em relação a abril deste ano, no entanto, quando a arrecadação chegou ao montante de R$ 139,030 bilhões, houve queda significativa, de 18,52%

Publicado em Na Mídia
Página 1 de 2