Itens filtrados por data: Segunda, 01 Julho 2019

Cumprindo agenda de trabalhos da Fenafisco de caráter administrativo e orçamentário, a Diretoria Executiva e o Conselho Fiscal da entidade se reúnem em Brasília nesta terça-feira (2) e quarta-feira (3).

Publicado em Notícias Fenafisco
Terça, 02 Julho 2019 17:40

Comissão de Participação Política

Como parte do projeto de fortalecimento do estado social, do serviço público, e em especial do fisco brasileiro, convocamos os Sindicatos Filiados: Sindifiscal/ES, Sindifisco/MS, Sindifiscal/MS, Sindifisco/PA, Sinafresp/SP, Sindifisco/PB, Sindifiscal/TO, Sindare/TO, Siprotaf/MT, Sintaf/CE e os demais Sindicatos que quiserem integrar a Comissão, para Reunião de Participação Política a realizar-se no dia 02 de julho de 2019, na sede da FENAFISCO, localizada no SCS Q.06 Bloco A, 4º andar, Ed.City Corporation, Brasília-DF, Telefone: (61) 3226.4070, conforme programação abaixo.

Os custos de viagem, hospedagem e gastos gerais serão de responsabilidade de cada Sindicato. Solicitamos a gentileza, de confirmar presença no telefone: (61) 3226.40.70 ou via e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Convocação e Programação.

Publicado em Agenda Fenafisco

Com esse momento político conturbado, é possível aprovar essas duas reformas [a da Previdência e tributária] ainda este ano?

Vou fazer referência a algo que foi dito por um auditor no seminário em Natal. A reforma da Previdência une a federação e desune a população. A reforma tributária unifica a população, a sociedade, e cria expectativa preocupante na federação. Existe uma preocupação dos deputados e senadores com relação à impopularidade da reforma previdenciária. Com a tributária não há este problema (com impopularidade). Podemos constatar que muitos consideram que a reforma previdenciária seria impopular . A reforma tributária, não, tem uma recepção mais positiva.

Publicado em Na Mídia
Terça, 02 Julho 2019 11:00

Artigo | Impactos da reforma tributária

Simplificação de impostos deve encorajar o recolhimento e inibir sonegação

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da Reforma Tributária que tramita no Congresso Nacional, de autoria do deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP) e cujo texto se baseia nas ideias do economista Bernard Appy, do Centro de Cidadania Fiscal, tem como tema central a substituição gradual de vários tributos. No texto está previsto a unificação de cinco tributos: PIS, COFINS, IPI, (federais), ICMS (estadual) e ISS (municipal), os quais seriam transformados em apenas um imposto, com incidência sobre o valor agregado, que passará a ser chamado de Imposto sobre Bens e Serviços (IBS).

Publicado em Na Mídia

Para o vice-presidente da Febrafite, o modelo tributário é perverso, por gerar desarmonização e incidir na guerra fiscal horizontal, entre os estados, e vertical, com a União

Durante o Correio Debate “25 anos do Real, os desafios do Brasil”, o vice-presidente da Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite), Rodrigo Spada afirmou que a questão da reforma tributária é ainda mais urgente que a reforma da Previdência.

Publicado em Na Mídia

A fusão de quatro tributos mais a contribuição sobre a folha de pagamentos num único imposto. Em síntese essa é a proposta de reforma tributária que está sendo finalizada pelo Ministério da Economia e que o ministro Paulo Guedes pretende enviar ao Congresso ainda em julho, caso se confirme a expectativa de aprovação pela Câmara da reforma da Previdência.

Publicado em Na Mídia

BRASÍLIA (Reuters) - O governo do presidente Jair Bolsonaro prometeu pagar R$ 20 milhões em emendas parlamentares a cada deputado que votar a favor da reforma da Previdência até a apreciação da proposta pelo plenário da Câmara, mas lideranças ouvidas pela agência de notícias Reuters avaliam que a verba deveria ser apenas parte do esforço para melhorar a relação e garantir a aprovação da proposta.

Publicado em Na Mídia

Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, esteve reunido nesta segunda-feira com o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, para discutir impasses para conclusão do texto

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, esteve nesta segunda-feira, 1, pela manhã na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Segundo uma fonte, o assunto tratado pelos dois colegas de partido foi a reforma da Previdência.

Publicado em Na Mídia

STF deverá decidir se mantém ou não suspensos pontos da Lei de Responsabilidade Fiscal, como a possibilidade de Estados endividados reduzirem salários e diminuírem a jornada de trabalho

BRASÍLIA - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, marcou para 21 de agosto a retomada do julgamento sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Publicado em Na Mídia

Após enfrentar muitas resistências para tramitação no Congresso Nacional, a Medida Provisória que dificulta o pagamento das contribuições sindicais (MP 873/2019) perdeu a validade nesta sexta-feira (28). O decreto publicado em março foi criado com o objetivo de fortalecer modificações já realizadas com a Reforma Trabalhista (Nº 13.467/2017).

Publicado em Na Mídia
Página 1 de 2