Junho 2019

Será instalada nesta manhã (10), na Câmara dos Deputados, a comissão especial que vai analisar a reforma tributária (PEC 45/19). A comissão especial será composta por 43 titulares e igual número de suplentes. pós a instalação, serão eleitos o presidente e os vice-presidentes da comissão.

Publicado em Na Mídia

Anúncio foi feito nesta terça-feira (9) pelo presidente da Casa, Davi Alcolumbre

Durante café da manhã realizado nesta terça-feira (9), na residência oficial da Presidência do Senado, o presidente da Casa, Davi Alcolumbre, anunciou a decisão dos líderes dos partidos de apresentar uma proposta de emenda à Constituição (PEC) sobre a reforma tributária. O texto terá como base a PEC 293/2004. O ex-deputado Luiz Carlos Hauly, que foi relator da proposta, participou do encontro com os líderes.

Publicado em Na Mídia

Convocamos os Sindicatos Filiados para Trabalho Parlamentar, com foco na Reforma da Previdência, a realizar-se
na Câmara dos Deputados, nos dias 09 e 10 de julho de 2019.

A reunião preparatória acontecerá na sede da FENAFISCO, localizada no SCS Q.06 Bloco A, 4º andar, Ed.City Corporation, Telefone: (61) 3226.4070, no dia 09/07/2019 às 9h30min.

Solicitamos a gentileza, de confirmar presença no telefone: (61) 3226.40.70 ou via e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Convocação e Programação.

Publicado em Agenda Fenafisco

A equipe econômica do governo teria visto com bons olhos a proposta de imposto único apresentada pelo grupo de empresários Brasil 200. Não por substituir todas as tributações existentes por uma única, sobre as movimentações financeiras, mas por perceber que a ideia de tributar as transações não é mais abominada pelo empresariado. A informação é da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

Publicado em Na Mídia

Secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou que governo recebeu duas propostas para o texto

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou na manhã desta segunda-feira, 8, que a reforma tributária será encaminhada ao Congresso "brevemente" e contemplará três pontos: unificação de impostos federais, contribuição sobre pagamento e reformatação do Imposto de Renda.

Publicado em Na Mídia

 

Vai ficar para depois do recesso a análise da reforma tributária na comissão especial. É o que se comenta na Câmara. O presidente da casa, Rodrigo Maia, previa enviar o projeto logo depois de o texto da Previdência ser aprovado na comissão, o que aconteceu semana passada. Mas o cronograma mudou. O início do recesso está marcado para o dia 18 de julho, com a volta prevista para o início de agosto.

Publicado em Na Mídia

Enquanto o governo e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmam são 330 deputados a favor no placar de votos da reforma da Previdência, uma pesquisa do Estadão mostra números distintos: 260 a favor, 102 contra e 151 em aberto.

Publicado em Na Mídia

Texto passou na semana passada na comissão especial, e a expectativa é de votação nesta semana no plenário da Câmara da proposta, que altera as regras de aposentadoria.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira (8), que eventual aprovação da reforma da Previdência será uma construção do Congresso, e não do governo do presidente Jair Bolsonaro.

Publicado em Na Mídia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (8) que a Casa vai viver uma semana decisiva com o início da votação da reforma da Previdência. Aprovada na semana passada, na comissão especial, a proposta de emenda à Constituição (PEC 6/19) vai a plenário nesta terça-feira (9).

Publicado em Na Mídia

Líderes querem votar em Plenário a partir desta terça-feira o texto aprovado na Comissão Especial

BRASÍLIA — Na véspera da votação da reforma da Previdênciano plenário da Câmara , o governo abriu caminho para a liberação de verbas em busca de votos para aprovar a proposta. De acordo com levantamento da ONG Contas Abertas , só nos primeiros cinco dias de julho, foram empenhados R$ 2,551 bilhões. A cifra é maior do que a observada em todo o ano até junho: R$ 1,77 bilhão. O valor também é o mais alto empenhado para meses de julho ao menos desde 2016. O empenho vale como uma garantia de que os recursos serão efetivamente liberados.

Publicado em Na Mídia