Terça, 17 Março 2020

Ideia é que R$ 75 bilhões do Tesouro sejam destinados a 50 milhões de trabalhadores, que receberiam o equivalente a meio salário mínimo durante três meses

Publicado em Na Mídia

O órgão já havia suspendido a prova de vida, procedimento presencial de comprovação de que o segurado está vivo e deve continuar recebendo o benefício

Publicado em Na Mídia

Os principais jornais do país repercutem a decisão do Ministério da Economia de anunciar um pacote de medidas no valor de R$ 147 bilhões para tentar socorrer setores da economia e cidadãos mais vulneráveis em meio ao avanço do coronavírus no país.

Publicado em Na Mídia

Resolução libera diversos produtos usados para combater o coronavírus

Publicado em Na Mídia

Governos têm tentado diminuir a circulação e aglomeração de pessoas

Publicado em Na Mídia

A Instrução Normativa nº 22 publicada na edição de hoje (18) do Diário Oficial da União regulamenta a suspensão, pelo período de 120 dias, da realização de prova de vida dos beneficiários do INSS.

Publicado em Na Mídia

O Ministério da Economia também pretende enviar um projeto de lei para ampliar a margem consignável, ou seja, aumentar a parcela do rendimento mensal que poderá ser comprometida com o empréstimo

Publicado em Na Mídia
Quarta, 18 Março 2020 10:48

GREVE GERAL

FENAFISCO CONCLAMA O FISCO ESTADUAL E DISTRITAL À GREVE GERAL DO DIA 18 DE MARÇO

RESOLUÇÃO POLÍTICA

A Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital - Fenafisco, entidade sindical presente nos 26 estados e no Distrito Federal e representativa de 35 mil servidores públicos fiscais tributários, em reunião do seu Conselho Deliberativo, realizada em Brasília-DF nos dias 13 e 14 de fevereiro,

Diante do momento de graves ataques ao serviço e aos servidores públicos de todo país, expresso nas declarações infames do ministro Paulo Guedes e mais ainda nas políticas neoliberais de desmonte do Estado Social de Direitos intentadas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro,

Certa de que já não bastam o justo repúdio e a indignação e de que é preciso ir além das redes sociais e das reclamações nos ambientes fechados, e,

Absolutamente convencida de que é preciso parar o Brasil antes que as políticas parasitárias de Guedes destruam por completo o serviço público,

DECIDIU, POR UNANIMIDADE, ADERIR à GREVE GERAL do próximo dia 18 de março, convocada pelas centrais sindicais,

Para dar cumprimento à presente decisão e, ao mesmo tempo, observar a autonomia de cada entidade filiada, a Fenafisco RECOMENDA aos sindicatos que:
1. Adotem as iniciativas que lhes forem possíveis e adequadas para que o Fisco Estadual e Distrital faça do dia 18 de março um dia de luta em defesa da sociedade brasileira e contra as políticas de desmonte do serviço público;
2. Realizem assembleias gerais, reuniões nos locais de trabalho e outras ações de agitação e propaganda no sentido de mobilizar os servidores públicos para o 18 de março.

18 de março é dia de greve geral.

É preciso parar o serviço público por 1 dia, antes que o serviço público seja paralisado pelo resto dos dias.

Brasília, 14 de fevereiro de 2020

Conselho Deliberativo da Fenafisco

Publicado em Agenda Fenafisco