Segunda, 25 Mai 2020

A Caixa Econômica Federal tem prazo de cinco dias úteis para emitir nota pública informando como realizará o cumprimento do compromisso anunciado em suas mídias publicitárias, que anunciou a prorrogação da data de vencimento ou pausa contratual, pelo prazo mínimo de 60 dias, sem a incidência de juros, encargos ou taxas administrativas por conta da pandemia.

Publicado em Na Mídia

A Receita Federal recebeu, até as 11h desta segunda-feira (dia 25), 15.371.381 declarações de Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020.

Publicado em Na Mídia

Medida é um obstáculo a menos para governo sancionar projeto de socorro a estados e municípios

Publicado em Na Mídia

A crise fiscal causada pelos efeitos econômicos da pandemia do coronavírus no Brasil são graves e a dívida pública, que explodirá em 2020, continuará crescendo até passar de 100% do produto interno bruto em 2026.

Publicado em Na Mídia

O novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, disse nesta segunda-feira (25/05) que os ministros da Corte estão “alinhados” com o Congresso Nacional sobre as condições para um eventual adiamento das eleições municipais deste ano em decorrência do novo coronavírus.

Publicado em Na Mídia

A demora de 20 dias para o presidente Jair Bolsonaro sancionar o projeto que repassa R$ 60 bilhões da União para Estados e municípios enfrentarem a crise do coronavírus pode fazer com que servidores não recebam o salário de maio.

Publicado em Na Mídia

No dia em que o governo publica um veto contra a isenção de imposto para as companhias aéreas, o setor criticou as falas do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre suposta "molezinha" com a aviação.

Publicado em Na Mídia

Paulo Guedes, ministro da Economia, pretende criar um plano de parcelamento de impostos que estão com pagamento adiado durante a pandemia da covid-19.

Publicado em Na Mídia

A diferença em relação ao mês de abril do ano passado é de R$ 37,7 bi, valor superior ao orçamento anual do Bolsa Família

Publicado em Na Mídia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende criar um programa de parcelamento de impostos que estão sendo adiados durante a crise do novo coronavírus.

Publicado em Na Mídia
Página 1 de 2