Segunda, 25 Janeiro 2021

De acordo com o presidente, o governo não pode deixar que "medidas temporárias relacionadas com a crise se tornem compromissos permanentes de despesas"

O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã desta terça-feira (26/1), de um evento sobre investimentos na América Latina promovido pelo banco Credit Suisse e garantiu que o governo federal não vai desrespeitar a regra do teto de gastos, norma que limita o crescimento da despesa pública à inflação do ano anterior. Além disso, ele declarou que medidas temporárias estabelecidas por conta da pandemia da covid-19, como o auxílio emergencial, não se tornarão compromissos permanentes.

Publicado em Na Mídia

Fala do presidente vem depois de o candidato do Planalto à presidência do Senado, Rodrigo Pacheco, Sinalizar com uma possível revisão na regra do teto e após a renúncia de Wilson Ferreira Júnior ao comando da Eletrobrás

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro fez uma defesa nesta terça-feira, 26, de temas que têm gerado preocupação de empresários e investidores quanto às ações do governo para a retomada econômica com responsabilidade fiscal, como o respeito ao tetos de gastos (a regra que impede que as despesas cresçam em ritmo superior à inflação), a agenda de privatizações e o andamento de reformas fiscais.

Publicado em Na Mídia

Governo federal se reúne com entidades para discutir sobre carreiras típicas de Estado, que terão estabilidade após Reforma Administrativa

A Reforma Administrativa, nos moldes que foi encaminhada ao Congresso Nacional, prevê que apenas aprovados em concursos para carreiras típicas de Estado tenham direito à estabilidade. Porém, o governo federal não especifica quais cargos estarão incluídos nesse seleto grupo.

Publicado em Na Mídia

Esperança de superar pandemia está na Fiocruz, Anvisa, Butantan, SUS...

Imaginem a hipotética situação em que precisássemos salvar o Brasil de um governo delinquente, que se mantivesse no poder aproveitando a momentânea paralisia social causada, por exemplo, por uma pandemia. Pensem nesse roteiro de filme de terror. Como iríamos sair dessa enrascada?

Publicado em Na Mídia

BRASÍLIA - Se eleito presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) disse que pretende entregar as reformas tributária e administrativa aprovadas no primeiro semestre de 2021. Ele não respondeu, porém, se manterá Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) na relatoria da tributária.

Publicado em Na Mídia

Candidato a presidente da Câmara dos Deputados, Baleia Rossi (MDB-SP) disse que, se for eleito, irá colocar em pauta a reforma tributária.

"A reforma tributária, se eleito, será umas das primeiras matérias pautadas e aprovadas para a gente dar um sinal que essa Câmara reformista voltou ao trabalho pensando na economia", disse ele, durante participação no programa "Roda Viva", da TV Cultura.

Publicado em Na Mídia

Segundo o Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (25/1) pelo Banco Central, analistas acreditam que tanto o IPCA, quanto a Selic chegarão em 3,5% no fim do ano

Publicado em Na Mídia

Autor lembra que a aprovação da Lei Geral de Proteção de Dados fez crescer a demanda por armazenamento de dados no País

Publicado em Na Mídia

A ONG Oxfam considerou que as grandes fortunas do mundo até agora saíram ilesas e até mais fortes da pandemia e renovou seu apelo para criar impostos sobre a riqueza para combater "o vírus das desigualdades".

Publicado em Na Mídia

Levantamento do IBPT mostra que R$ 2,33 trilhões não são declarados ao Fisco.

Publicado em Na Mídia
Página 1 de 2